Foto: Marcos Santos / USP Imagens

40 anos dos LIMs: pesquisa médica do laboratório ao tratamento do paciente

Publicado em Pesquisa, USP Online Destaque por em

Muitas das técnicas e métodos de diagnóstico utilizados para atender pacientes do Hospital das Clínicas (HC) surgem dos trabalhos de pesquisa realizados em um dos seus 62 Laboratórios de Investigação Médica (LIMs), vinculados aos Departamentos da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP).

Um exemplo dessa conexão entre o que é pesquisado e os procedimentos que são adotados no atendimento médico realizado do HC está nos laboratórios dedicados à atividade cirúrgica, como o transplante de fígado em crianças.

Esse tipo de cirurgia, considerada de grande complexidade, salva a vida de 30 crianças por ano no Hospital das Clínicas e tem como referência o trabalho realizado por Uenis Tannuri, professor da FMUSP e coordenador Laboratório de Investigação em Cirurgia Pediátrica, o LIM 30.

“A atividade do LIM inclui de publicações de artigos científicos, mudanças em técnicas cirúrgicas, formas de nutrição dos pacientes após a cirurgia. Enquanto as pesquisas estão sendo realizadas, esses procedimentos vão sendo modificados para os pacientes, ajudando a melhorar a sobrevida no pós-cirúrgico e a reduzir o tempo de internação”, conta Geraldo Bussato Filho, professor da FMUSP e diretor executivo dos LIMs.

Foto: Marcos Santos / USP Imagens
Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Bussato ressalta que os laboratórios funcionam como uma rede de pesquisa dentro do próprio Hospital das Clínicas. Apesar de haver 62 laboratórios, existem cerca de 200 grupos de pesquisa ligados ao LIMs. Além disso, a estrutura dos laboratórios permite que haja todos os tipos de estudos relevantes para a medicina, inclusive na área de inovação tecnológica.

É o caso do tomógrafo de impedância elétrica, desenvolvido no Laboratório de Pneumologia, o LIM 09, coordenado pelos professores da FMUSP Carlos Carvalho e Marcelo Amato. O aparelho permite monitorar pacientes em tratamento intensivo que necessitam de ventilação artificial. Através da tomografia de impedância elétrica é possível controlar melhor, de forma localizada, o volume de ar injetado, já que a técnica gera uma imagem do fluxo de ar nos pulmões.

“O tomógrafo tem tecnologia totalmente nacional e gerou patente, sendo comercializado hoje em parceria com uma empresa”, diz Bussato. “Esses são apenas alguns exemplos das inúmeras pesquisas originadas nos LIMs para a melhoria da saúde da população”, completa o diretor executivo dos laboratórios.

Produção científica

Nem toda pesquisa necessariamente tem uma aplicação prática no cotidiano das pessoas, um estudo também pode servir de embasamento para outras pesquisas, a chamada ciência básica. Por isso, a importância de publicações em revistas científicas para que mais pesquisadores tenham acesso a esse conhecimento.

E nos LIMs a produção científica é contínua, o último relatório disponível mostra que, de 2013 para 2014, o número de publicações passou de 1.687 para 2.045. “É raro termos aqui no Brasil uma instituição médica que consiga monitorar sua produção científica de laboratórios de pesquisas tão variadas”, destaca Bussato.

O diretor executivo lembra que essa produção é fundamental para nortear a destinação de recursos financeiros e humanos para os LIMs, o que incentiva os pesquisadores a manter os relatórios de publicações atualizados.

“Em consonância com a ideia de que a nossa produção científica deve ter impacto internacional, os nossos critérios de pontuação dos laboratórios foram mudados para analisar as citações que os artigos recebem, assim avaliaremos não só a quantidade, mas também a qualidade de nossas pesquisas”, conta Bussato.

40 anos de LIMs

Foto: Marcos Santos / USP Imagens
Foto: Marcos Santos / USP Imagens

No dia 13 de novembro, os LIMs comemoram 40 anos de existência. Criados em decorrência da Reforma Universitária de 1968 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional) e implantada em 1969, que proibiu a duplicação de departamentos com mesmos objetivos em uma mesma cidade. Assim, os departamentos de ciências básicas das escolas profissionalizantes foram agrupados em institutos específicos.

Para que a pesquisa básica fosse mantida, houve a celebração de um convênio entre o Hospital das Clínicas e a Faculdade de Medicina da USP, em 1975, através do qual os laboratórios de pesquisa passaram a ocupar área física da Faculdade e a receber materiais e recursos humanos do Hospital.

Os LIMs possuem como finalidade desenvolver pesquisa científica; padronizar novas técnicas e métodos de diagnóstico possibilitando sua implantação para atendimento de pacientes do HC; promover a formação de pesquisadores em pesquisa básica e aplicada; servir de campo de ensino e treinamento de estudantes; servir de campo de desenvolvimento e treinamento para profissionais da saúde; realizar cursos no campo da medicina e da saúde.

O evento acontece no Teatro da FMUSP, na Av. Dr. Arnaldo, 455 – Cerqueira César, São Paulo-SP.

Mais informações: email diretoria.lims@hc.fm.usp.br ou www.lims.fm.usp.br

Hérika Dias / Agência USP de Notícias

.