Festa reúne pacientes e equipe do Núcleo de Transplantes do Incor

Publicado em Institucional, Notícias por em

Grupo celebrará a vida, para aqueles que já transplantaram, e renovará as esperanças, para os que estão em espera, embalados pelo som do grupo Musicatta.

No dia 17 de dezembro, às 9 horas, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, o Núcleo de Transplantes do Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas (HC) Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) realizará sua festa de confraternização anual, reunindo médicos, cirurgiões e especialistas multiprofissionais da equipe, com pacientes adultos, jovens e crianças transplantados e em fila de espera para receberem um novo órgão. Em 2015, a equipe realizou 81 cirurgias, entre coração (42 em adultos e 16 em crianças) e pulmão (23).

O Núcleo de Transplantes do Incor foi criado em 2013 como uma área multiprofissional com foco exclusivo no transplante. Ao reunir num mesmo processo de gestão todas as equipes (cirúrgica, clínica e multiprofissional de transplantes de coração adulto e infantil e de pulmão), o Núcleo otimizou recursos, deu sinergia ao trabalho dos grupos e melhorou indicadores importantes, como o da taxa de mortalidade no pós-cirúrgico imediato – no transplante cardíaco de adulto, essa taxa chegou a 10%, em 2014 – número compatível, por exemplo, com a Cleveland Clinic (10%), maior centro de cardiologia dos EUA.

A dinâmica propiciada pelo Núcleo torna possível, por exemplo, o envio de equipe avançada do Incor para o hospital em que se encontra o potencial doador, de maneira a melhor avaliar o coração e o pulmão a serem doados.

Além de um enfermeiro, o grupo possui um profissional (médico, biomédico e biólogo) que realiza o exame de ecocardiografia para avaliação do órgão. O resultado é transmitido à beira do leito, por WhatsApp (telefonia celular), para análise da equipe de médicos ecocardiografistas de plantão no Incor. Se o resultado for positivo, é dado seguimento ao processo de captação, com envio da equipe de cirurgiões para o local.

A existência do Núcleo também torna rotineiras operações complexas como a de captação de órgãos em cidades distantes do interior paulista ou até mesmo de outros estados, utilizando voos comerciais e fretados e, não raro, helicópteros das Polícias Civil e Militar do Estado de São Paulo.

Com informações da Assessoria de Imprensa do HC

Mais informações: (11) 2661-5437

.