EEL recebe prêmio por projeto de fotocolorímetro

Publicado em Ciências por em

Simone Colombo Lopes/ Assessoria de Imprensa da EEL

O professor Ângelo Capri Neto e seu aluno Edgar Henrique Ferreira, da Escola de Engenharia de Lorena (EEL) da USP, estiveram em São Paulo, no dia 15, para receber o Premio CRQ IV de 2012, do Conselho Regional de Química. O trabalho Projeto e construção de um fotocolorímetro microcontrolado de baixo custo para o ensino de química analítica foi premiado na modalidade Engenharia Química.

O professor Capri declara que o objetivo deste projeto foi desenvolver e construir um fotocolorímetro que poderia servir como ferramenta alternativa para o ensino da química analítica instrumental em escolas de nível médio e superior. Segundo o pesquisador, o equipamento proposto oferece uma alternativa economicamente viável para o ensino de técnicas fotocolorimétricas, pois é de fácil construção e tem componentes baratos e facilmente encontrados, podendo ser produzido com custo 5 vezes inferior aos modelos existentes no mercado.

O aparelho foi testado com soluções normalmente utilizadas no ensino de técnicas fotocolorimétricas (azul de metileno, permanganato de  potássio e dicromato de potássio). Os mesmos testes foram aplicados a um espectrofotômetro comercial para fins de comparação de desempenho. Os resultados mostraram que o fotocolorímetro proposto possui um desempenho semelhante ao do espectrofotômetro comercial.

O instrumento desenvolvido  na EEL utiliza como fonte de radiação um LED tricolor (azul, verde e vermelho) e um fotodiodo com sensibilidade espectral na região do visível como detector, além de um microcontrolador PIC (do inglês “Programmable Interrupt Controller”) como unidade de controle lógico.

De acordo com Capri, outra vantagem da máquina é que sua alimentação pode ser feita pela rede elétrica ou por bateria, permitindo portabilidade, boa autonomia e estabilidade.

Mais informações: (12) 3159-5171 

.