Bibliotecas da USP discutem novos modelos e o futuro do conhecimento em conferência

Publicado em Educação, Institucional, Tecnologia por em

O Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBi) da USP completa em 2011 seus 30 anos de existência. Para comemorar a data, de março deste ano a março do ano que vem o SIBi promove diversas atividades, que vão desde os Fóruns de Debates, realizados de março a novembro, até a exposição SIBiUSP 30 Anos – Conhecimento Hoje: Acesso e Acessibilidade, a ser realizada em março do ano que vem.

O próximo evento das comemorações é o Congresso Internacional SIBi 30 Anos – O Futuro do Conhecimento Universal, que acontece sexta-feira (7) no Auditório Parlatino da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Entre os convidados estão representantes da África do Sul, Canadá, Chile, China, Colômbia, Estados Unidos, Inglaterra e Portugal. O objetivo do encontro é pensar o cenário nos próximos 20 anos em quatro temas: o futuro do livro, do acesso ao conhecimento para pessoas com necessidades especiais, da produção científica e intelectual e das bibliotecas.

Para Sueli Ferreira, diretora do SIBi e uma das conferencistas, a USP está em um momento de mudança. De acordo com ela, as bibliotecas uspianas, que até agora estavam focadas na bibliografia básica, devem se voltar ao singular. “E o que é singular na Universidade? É a produção científica dela. Então, as bibliotecas agora estão começando a trabalhar na organização, na conceituação, no processamento, na preservação digital da produção científica da USP. E essa produção cada vez se amplia mais”, define.

Outro ponto que para Sueli é essencial são os repositórios de dados de pesquisa, uma espécie de banco de dados que os pesquisadores abastecem e onde podem procurar por dados científicos. “Aqueles mesmos dados poderiam ser olhados de outras maneiras”, justifica, “para diversos pesquisadores poderem trabalhar juntos e compartilharem os mesmos resultados. Isto é algo muito novo, que está sendo discutido muito fora e que ainda está engatinhando no Brasil”.

Um modelo próximo a esse é o da British Library, cuja gerente de Recurso de Pesquisa e Descoberta e Projetos, Mandy Stewart, participa da Congresso. Mas há também outros modelos, como o da Hong Kong University, representada por David Palmer, que utiliza o mesmo sistema da USP. Já representado a Europa, Antonio Cunha e Eloy Rodrigues trazem as experiências da Universidade do Minho (Portugal), pioneira no desenvolvimento europeu dos repositórios de acesso a texto completo.

Futuro do SIBi

Para o ano que vem, está prevista a equipação das bibliotecas da USP com sistemas de auto-empréstimo e auto-devolução. Com isso, o aluno poderá retirar e devolver os livros usando seu cartão USP, sem ter de passar por funcionários. “Estamos querendo otimizar e agilizar o processo de acesso inclusive para tirar esses funcionários, que até então estão focados nisso, e transpô-los para outras atividades”, explica a diretora. As 44 bibliotecas de faculdades e institutos da USP em nove cidades paulistas agregam hoje mais de 800 empregados.

“O Dedalus, nosso banco catalográfico, é importante mas não é mais suficiente”, segundo Sueli. Isso porque a USP assina periódicos científicos eletrônicos e ebooks cujos armazenamentos se dão de forma dispersa e sob tutoria de seus fornecedores. Para suprir isso, está previsto para março de 2012 o lançamento de um novo sistema. “Hoje se entra na biblioteca de teses, no Dedalus para ver os livros da biblioteca, na Brasiliana para ver os livros digitais, no portal Capes para ver as revistas. O que nós queremos é colocar uma ‘camada’ em cima, um sistema que puxe absolutamente todos esses dados e os mostre em uma única interface para o usuário”, explica Ferreira.

História

Criado em 1981 com o intuito de unificar as bibliotecas das faculdades e institutos da USP, hoje o SIBi reúne 44 bibliotecas em nove cidades paulistas.

Seu acervo conta cerca de oito milhões de itens, com circulação de cerca de 4,4 milhões de itens por ano e de 4 milhões de usuários por ano.

Entre os serviços que o sistema oferece estão o empréstimo unificado para a comunidade USP, a coordenação de bibliotecas virtuais por áreas de conhecimento ou temáticas e a comutação bibliográfica em âmbitos nacional e internacional.

Serviço

O Congresso Internacional SIBi 30 Anos – O Futuro do Conhecimento Universal acontece sexta-feira (7) e sábado (8), é gratuito mas já está com suas inscrições encerradas. Quem quiser acompanhar o evento, pode assiti-lo pelo hotsite comemorativo do evento. Confira a programação.
O Auditório Parlatino da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência fica na Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Portão 10, Barra Funda, São Paulo. Orientações de como chegar ao local podem ser encontradas no site do evento.

.