Projeto da Esalq ganha prêmio do setor de máquinas agrícolas

Publicado em Tecnologia por em

Caio Albuquerque / Assessoria de Comunicação da Esalq

Empresas e pesquisadores do setor de máquinas e equipamentos agrícolas foram reconhecidos na 30ª edição do Prêmio Gerdau Melhores da Terra, que ocorreu em 29 de agosto em Sapucaia do Sul (RS). Entre os laureados estava o trabalho Sistema Microprocessado para Aquisição e Armazenamento de Dados, de Antonio Pires de Camargo, engenheiro agrônomo do Departamento de Engenharia de Biossistemas (LEB) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP. O equipamento é parte do doutorado do agrônomo, defendido recentemente no programa de pós-graduação em Irrigação e Drenagem da Esalq, sob orientação do professor Tarlei Arriel Botrel, do LEB.

O trabalho foi o vencedor na categoria Pesquisa e Desenvolvimento, nível estudante. Desenvolvido com apoio do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Engenharia da Irrigação (INCT-EI), contou com a participação dos pesquisadores Ezequiel Saretta, Marinaldo Ferreira Pinto, Alexsandro Cláudio dos Santos Almeida. Na prática, foi desenvolvido um sistema para aquisição e armazenamento de dados de baixo custo para uso em pesquisas em Engenharia Agrícola.

O produto é caracterizado por dois ou mais módulos microprocessados, em que um deles é responsável pelo armazenamento e apresentação de dados para o usuário (módulo de armazenamento) e os outros pela aquisição de dados (módulo de aquisição). Cada módulo de aquisição dispõe de ADC com 12 bits de resolução e pode ser utilizado para a aquisição de dados de até 32 sensores, cujo sinal de saída varia de 0 a 5V. O módulo de aquisição opera respondendo a solicitações enviadas pelo módulo de armazenamento através de sinais TTL, sendo que os dados são armazenados em cartão de memória. O sistema proposto permite que um ou vários módulos de aquisição possam ser interligados a um único módulo de armazenamento, a fim de que seja possível efetuar a aquisição de dados de uma quantidade maior de sensores.

Segundo Antonio Pires, atualmente na agricultura muitos pesquisadores têm utilizado algum sistema eletrônico para aquisição de dados em suas pesquisas para monitorar processos. Estes equipamentos, conhecidos como dataloggers, requerem treinamento para uso, mão-de-obra especializada para manutenção e apresentam elevado custo. “O custo torna-se ainda maior quando há um elevado número de sensores e alta frequência de aquisição, podendo inviabilizar o desenvolvimento de pesquisas. Além disso, esses tipos de sistema precisam apresentar robustez e flexibilidade no desempenho de suas atividades, que mesmo tendo características genéricas, possam habilmente ser direcionado às necessidades do usuário”.

De acordo com o estudo desenvolvido no LEB, sabendo-se que existe uma diversidade muito grande de sensores/transdutores, que operam de acordo com diferentes princípios, torna-se muito difícil reunir, em um único módulo, dispositivos eletrônicos que permitam a aquisição de dados proveniente de qualquer sensor. “Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi desenvolver um sistema de aquisição e armazenamento de dados com bom desempenho, robustez e baixo custo”, comentou Antonio Pires, reforçando que este sistema mostrou-se eficiente tanto na aquisição, quanto no armazenamento dos dados, permitindo conectar 32 sensores no módulo de aquisição.

Mais informações: site www.esalq.usp.br

.