Itaipu recebe visita de estudantes do ICMC

Publicado em Ciências por em

Davi Marques Pastrelo / Assessoria de Comunicação do ICMC

Na última sexta-feira (12) a Usina Hidrelétrica de Itaipu recebeu a visita de 42 alunos do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), da USP São Carlos. Os estudantes dos cursos de Bacharelado em Ciências de Computação e Bacharelado em Sistemas de Informação participaram de uma viagem didática ao Parque Tecnológico de Itaipu (PTI) e à usina anexa, promovida como parte da disciplina de Redes de Auto Desempenho.

O grupo, coordenado pelos professores Edson Moreira e Júlio Estrella, assistiu palestras ministradas por profissionais da usina. A palestra introdutória foi ministrada por Patricia Costa, Relações Públicas do PTI. Em seguida, Antonio Hashisuca, Secretário Executivo do Instituto de Tecnologia Aplicada e Inovação e mestre em computação pelo ICMC, falou sobre a usina, o parque tecnológico e suas ações de inovação. O palestrante Rafael Niklevics, do Centro Internacional de Energias Renováveis, comentou sobre matrizes sustentáveis e sobre o Projeto Biogás. Finalizando, Cristiane Fracaro, do Centro Internacional de Hidroinformática, explicou o desenvolvimento de sistemas de informação de catalogação de bacias hidrográficas da região.

Para o professor Moreira, a viagem foi bastante proveitosa para o grupo, pois foram adquiridos conhecimentos em diversas áreas, e a região, além da beleza exuberante, é estratégica para o país pelo fato de estar na tríplice fronteira (Brasil, Argentina e Paraguai).

Outros pontos destacados por ele são relacionados ao conhecimento pelos alunos do processo de produção e distribuição de energia, a sustentabilidade da matriz energética, o desenvolvimento de sistemas abertos para o gerenciamento e a governança de recursos hídricos e questões relacionadas à segurança física e dos sistemas de informação da infraestrutura computacional, assunto em destaque na disciplina durante este mês. “Há vários aspectos interessantes para a disciplina durante essa visita. Um deles é o processo de geração e distribuição de energia. Outro aspecto, mais relacionado à disciplina, é que a usina é um sistema crítico que necessita de um avançado sistema de proteção física e de controle de acesso à informação e de gerenciamento dos sistemais computacionais”, afirmou o docente.

No semestre passado, os alunos visitaram o datacenter da USP de São Paulo, e lá foram avaliados os sistemas de gerenciamento de energia, que corresponde a parte final de utilização: chegada de alta tensão, adaptação, contingenciamento e proteção. “Na visita à Itaipu, os alunos viram a parte inicial do processo de geração e distribuição da energia. No caso de Itaipu, existe também a problemática do gerenciamento em parceria com um outro país, o que gera problemas interessantes de governança”, destacou Moreira.

Durante a viagem, os estudantes tiveram ainda a oportunidade de conhecer as Cataratas de Iguaçu e, obviamente, de fazerem compras. Para o aluno Matheus Teixeira, fica evidente que o curso tem uma grande aplicabilidade no mercado de trabalho. “Com relação ao curso de redes, a visita foi muito proveitosa, pois podemos acompanhar todo o processo de produção, distribuição e gerenciamento de energia. Também pudemos observar a importância dos sistemas baseados em redes para evitar a perda de informação dentro da usina. Os processos dentro de um sistema complexo como este tem que ser extremamente rápidos e precisos, demandando um alto consumo de recursos computadorizados”, finalizou Teixeira.

Como viagem didática, iniciativa contou com o suporte do Departamento de Sistemas de Computação, da e da Comissão de Graduação do ICMC, além da Comissão de Orçamento e Patrimônio da USP. O evento contou também com o apoio do aluno Giovanni Piovesan, na organização.

Mais informações: site www.icmc.usp.br

.