Pesquisas do ICMC são expostas em Feira de Ciência e Tecnologia

Publicado em Tecnologia por em

Da Assessoria de Comunicação INCT-SEC

O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), da USP São Carlos, participou durante os dias 26 e 27 de outubro da feira de ciência e tecnologia que fez parte da programação da Semana da Óptica (Semóptica 2012), no Shopping Iguatemi em São Carlos. Pesquisas e resultados do  ICMC e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Sistemas Embarcados Críticos (INCT-SEC), sediado no ICMC, também foram exibidos.

De acordo com o diretor do ICMC e coordenador do INCT-SEC, professor José Carlos Maldonado, cabe à universidade estar integrada às perspectivas sociais. “Sua principal função é desenvolver conhecimento e tecnologia para que a sociedade evolua, além de ser uma retribuição a ela que custeia, principalmente, a universidade pública”. “Outro aspecto é a motivação de novos talentos para que a sociedade sempre tenha uma formação de recursos humanos de alta qualidade com o objetivo de manter a continuidade do desenvolvimento científico e tecnológico do país”, afirma Maldonado.

Dentre as pesquisas apresentadas, o robô humanoide Nao, pode ser utilizado para ajudar pacientes no tratamento de fisioterapia, aprendizado da matemática e outras funções.

O Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) Tiriba auxilia no monitoramento de fronteiras e combate aos crimes ambientais. Já o carro CARINA, que não precisa de motorista, poderá contribuir, no futuro, para a diminuição de acidentes no trânsito. A arma inteligente, ativada somente por seu proprietário, é travada por um chip implantado na mão do dono e poderá identificar o local, horário, autor do disparo e orientação da bala com a intenção de ajudar na redução de acidentes com armas de fogo.

Também estiveram à mostra objetos do Museu de Computação Prof. Odelar Leite Linhares como um modelo do primeiro computador portátil, lançado pela Amstrad em 1988. Para a visitante Elisabete Blacimo de Oliveira, “o evento incentiva a educação regional. É importante ter acesso ao que é produzido pela universidade, além de ser um estímulo para a pesquisa. Podemos ver que o dinheiro público está bem aplicado”.

O participante toca violino através do computador. O jogo Virtuosi!, que estimula o gosto pela música clássica, foi produzido de maneira colaborativa, em que qualquer pessoa tem acesso para jogar, aperfeiçoá-lo e conhecer mais sobre o estilo musical. “É prazeroso mostrar um trabalho desenvolvido na graduação, disponível para uso livre”. Afirma o estudante de Ciências da Computação, Guilherme Simão Gibertoni.

Durante o evento, o público conheceu ainda, o sumarizador de texto, chamado GistSumm. Ele produz um resumo, de um texto, que contém as ideias principais do original. “O sistema utiliza um texto que possui determinadas complexidades sintáticas, léxicas e o transforma em um texto mais simples, sem perder o conteúdo, podendo ajudar a pessoa que é analfabeta funcional (lê frases curtas mas não desenvolve habilidades de leitura, escrita e cálculo)”, explica a aluna de doutorado, Luci Castro.

Semóptica

A Semana de Óptica é organizada pelo Centro de Pesquisas em Óptica e Fotônica (CePOF) e o Instituto Nacional de Óptica e Fotônica (INOF), do Grupo de Óptica do Instituto de Física de São Carlos (IFSC). O evento, sob o tema Ciência e Sociedade, reuniu diversos projetos desenvolvidos pelos institutos de ensino e pesquisa do Campus da USP em São Carlos e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Conforme o coordenador de Difusão Científica do CEPOF, jornalista Kleber Chiclara, “a feira é mais uma tentativa de aproximar a população do conhecimento científico e fazê-la entender a origem das pesquisas, como o dinheiro público é aplicado e mostrá-la que um país só cresce com educação, ciência e tecnologia”.

Mais informações: site http://cepof.ifsc.usp.br

.