Alunos da Poli são premiados em competição realizada pela Intel na China

Publicado em Tecnologia por em

Da Agência USP de Notícias

O software Cogito Ergo Motum (CEM), desenvolvido pelos alunos da Escola Politécnica (Poli) da USP Alexandre Suehiro, Gabriel Figueiredo e Renata Takehara, conquistou o terceiro lugar na décima Intel Cup Embedded Systems Design Contest, competição realizada pela Intel, na Universidad Jiao Tong, em Xangai, China, em julho deste ano. Os resultados foram divulgados em outubro.

Esta foi a primeira vez que equipes de outros países, além da China, foram convidadas pela empresa para a competição. Ao todo, concorreram mais de 160 equipes, de 76 universidades de países como Estados Unidos, China, Hong Kong, Rússia, Malásia, Singapura, Argentina, México, Costa Rica e Vietnã, além do Brasil.O projeto dos estudantes da Poli, orientado pelo professor Sérgio Takeo Kofuji, consiste em um programa acionado por sinais do cérebro para comando de cadeiras de rodas motorizadas, evitando colisões. O software pode ser utilizado por deficientes portadores de lesões graves.

A equipe teve três meses para desenvolver o projeto, que deveria ser baseado em uma placa protótipo fornecida pela Intel com a mais nova arquitetura de sistema embarcado da empresa, ainda em fase de desenvolvimento e não disponível comercialmente. Os alunos também tiveram apoio do Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI) da Poli, que cedeu instalações e especificações da cadeira de rodas motorizada em que se baseou o projeto.

Mais informações: (11) 3091-5667,  email elena@lsi.usp.br 

.