HC de Ribeirão Preto inicia administração eletrônica de medicamentos à beira leito

Publicado em Saúde por em

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) está investindo em um projeto que melhora o processo de segurança dos pacientes e funcionários e controla a validade e a rastreabilidade dos medicamentos. É o Projeto Beira Leito, que utiliza um sistema de informação para controlar a entrada, dispensação e distribuição, além da administração de medicamentos, hemoterápicos, nutrição parenteral, dieta enteral e coleta de exames laboratoriais à beira de leito do paciente. O hospital é a primeira instituição pública do Estado a implantar o projeto.

A logística funciona da seguinte maneira: um notebook instalado em um carrinho é levada à beira do leito do paciente e por meio de um leitor de código de barras a enfermagem faz a leitura dos medicamentos que serão administrados na pulseira do paciente. Além de registrar os gastos para fins de faturamento, o sistema emite alertas de inconsistências, como por exemplo, medicamentos não prescritos para o paciente ou fora do prazo de validade.

Na Farmácia do HC, o sistema permite total rastreabilidade dos medicamentos no processo de dispensação através de um código de barras bidimensional que é colocado no medicamento pela equipe da farmácia. Este código é capaz de armazenar várias informações sobre o medicamento como origem, fornecedor, lote e validade.

Para viabilizar a implantação do Beira de Leito, o Sistema de Fracionamento e Etiquetagem de Medicamentos da Divisão de Assistência Farmacêutica foi totalmente reformulado. Foram adquiridos equipamentos que permitem a embalagem e rotulagem individual de vários itens, capaz de embalar 35 unidades por minuto. O sistema de código de identificação criado, além de permitir a rastreabilidade dos medicamentos, também é usado para agrupar as unidades empacotadas e criação de kits.

O sistema, projetado e desenvolvido pelo Centro de Informações e Análises em parceria com a Divisão de Assistência Farmacêutica e Divisão de Enfermagem, teve início no 4º e 9º andar e se estenderá progressivamente para outras áreas da instituição.

Para a expansão do projeto já estão sendo feitos investimentos numa parceria entre a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP e o Hospital das Clínicas para implantação de uma rede sem fio que deve abranger todas as áreas assistenciais e de ensino e pesquisa.

Mais informações: site www.hcrp.fmrp.usp.br

.