Núcleo de Telemedicina do Centrinho será inaugurado em Bauru

Publicado em Institucional por em

Na sexta-feira, 15 de fevereiro, às 9 horas, haverá a cerimônia oficial de inauguração do Núcleo de Telemedicina do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da USP. O evento ocorrerá por videoconferência com a inauguração concomitante de cinco núcleos: um na Bahia, um no Paraná, um no Rio de Janeiro e dois em São Paulo.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mozart Sales, estarão presentes no anfiteatro do Instituto do Coração (Incor), em São Paulo, de onde darão início à inauguração. A cerimônia seguirá com participações de membros dos demais núcleos inaugurados.

Com os novos núcleos, a Rede Universitária de Telemedicina (Rute) passará a ter 73 núcleos inaugurados e em plena operação em todo o Brasil. A iniciativa é considerada a maior do mundo na integração de hospitais universitários e de ensino. A Rute também apoia a realização de web e videoconferências, análise de diagnósticos, segunda opinião continuada e educação permanente entre os hospitais universitários e universidades, por meio da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

A Rute é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia, apoiada pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e pela Associação Brasileira de Hospitais Universitários (Abrahue), sob coordenação da RNP.

Rede Universitária de Telemedicina

O Centrinho integra a Rute desde 2010 e, atualmente, das atividades desenvolvidas pelo Hospital na Rede, destaca-se a participação em Grupos de Interesses Especiais (SIGs, sigla em inglês para Special Interest Groups), com videoconferências sistematizadas para discussão de casos clínicos e temas de interesse dos integrantes, especialmente nas áreas de Enfermagem, Fonoaudiologia, Odontologia e Serviço Social.

Em 2012, 267 profissionais do hospital participaram de 22 videoconferências. A equipe do Centrinho tem atuado ainda na preparação de dois SIGs, um na área de Fissura Labiopalatina e outro em Saúde Auditiva.

Outras iniciativas do hospital na área de telessaúde são a realização de programa piloto de teleassistência para intervenção fonoaudiológica à distância – com orientação e fonoterapia – e ações não presenciais diárias em teleassistência social, visando dar respaldo à continuidade do tratamento, por meio de parcerias com prefeituras e associações de pacientes.

Mais informações: (14) 9771-1998, email tamarozi@usp.br, com Rinaldo Húngaro Tamarozzi

.