Mostra na Biblioteca da ECA explora tesouros ocultos do acervo de filmes

Publicado em Cultura, USP Online Destaque por em

“Seria o cinema mais importante que a vida?”, questionou o diretor François Truffaut. A paixão pela arte e o desejo de explorar um meio que estava começando a ser desbravado, conduziram o diretor a criar alguns dos mais representativos filmes da “nova onda” do cinema francês.

Para Marina Macambyra e Silvia Mendes, funcionárias da Biblioteca da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, a vontade de explorar é também um importante ponto de partida. Criada durante a semana de recepção dos calouros de 2013, a Mostra Exploratória do Acervo de DVDs da ECA veio para alimentar a curiosidade de todos aqueles interessados por cinema. Com uma divulgação, a princípio, modesta, a Mostra surgiu a partir do reconhecimento de uma necessidade.

“Uma queixa constante dos usuários da Biblioteca é não conhecer o acervo ou não saber o que buscar, o que quer ver”, conta Marina, supervisora do Serviço de Atendimento e Circulação. Com um acervo de aproximadamente 5200 títulos, a Biblioteca da ECA é uma das únicas na Cidade Universitária e ter materiais audiovisuais em sua coleção.

Uma queixa constante dos usuários da biblioteca é não conhecer o acervo ou não saber o que buscar, o que quer ver.

“O volume físico de DVDs é grande, mas infelizmente o acervo é fechado, devido à falta de espaço para a disposição”, explica a bibliotecária ao revelar o principal objetivo da Mostra: “queremos permitir que o público explore o acervo”.

Com exibições às quintas-feiras, em diferentes horários durante o dia, a Mostra procurar trazer filmes que nem sempre podem ser encontrados com facilidade. Edições especiais, filmes raros ou de importância considerável para a sétima arte são alguns dos escolhidos para figurarem na exposição.

“A seleção chama a atenção do público”, diz Marina. A lista de filmes é divulgada no blog e publicada no mural da Seção Multimeios. E é a partir desse mural que os visitantes da biblioteca têm participado ativamente da exploração do acervo, ainda que nem todos possam comparecer nas sessões com horários determinados. “Os visitantes leem sobre os filmes no blog ou no mural e estão aceitando as sugestões e vindo retirar os DVDs para assistir em casa mesmo”, conta Silvia Mendes, chefe da Seção Técnica de Material Audiovisual e Digital da Biblioteca.

Como se compõe o acervo?

Inicialmente, a composição do acervo cinematográfico da Biblioteca da ECA parte dos docentes. “Professores indicam filmes relevantes, focados em suas disciplinas, os alunos também podem indicar e filmes são comprados se forem pertinentes”, destaca Marina. Filmes que são muito populares não são comprados, já que a prioridade são filmes com uma penetração menor no mercado. Entretanto, como parte da política de aquisição da Biblioteca, filmes nacionais são comprados independentemente da popularidade. Além deles, séries nacionais também são adquiridas para o acervo.

Não queremos ser somente um depósito de livros ou filmes.

Para construir sua coleção, o Setor de Aquisição da Biblioteca conta com uma agente que já realizou até viagens internacionais para trazer material audiovisual para a ECA. Somando-se a isso, a Biblioteca também recebe doações externas. Recentemente, projetos cinematográficos com apoio da Petrobrás e produções patrocinadas pela Agência Nacional do Cinema (Ancine) se tornaram parte da coleção.

“Fizemos nossa primeira compra de VHS em 1987, e recebemos nosso primeiro aparelho de DVD por meio de doação, no começo dos anos 1990”, relembra Marina. Desde então, a Biblioteca conta com indicações de professores, alunos e visitantes para continuar ampliando sua coleção de filmes pertinentes ao público frequentador.

Uma biblioteca viva

Como nem todos os filmes estão catalogados no sistema de busca de bibliotecas da USP, o Dedalus, divulgá-los na Mostra Exploratória torna-se ainda mais importante. Só em 2012, 1.144 DVDs foram cadastrados no sistema.

“Antes os filmes não saíam da ECA. Hoje, com o empréstimo unificado, a situação mudou”, explica Silvia. Com uma média de 500 empréstimos de filmes por mês, a Biblioteca da ECA espera ampliar ainda mais a divulgação de sua Mostra e de seu acervo que continua a crescer.

“Queremos ser uma biblioteca interessante, viva, trazer pessoas para conhecer o espaço, os conteúdos”, almeja Marina ao refletir sobre a importância de iniciativas como a Mostra Exploratória. “Não queremos ser somente um depósito de livros ou filmes”, pontua Silvia.

“Por isso precisamos mostrar o acervo, abrir para outras Unidades da USP e para todos os interessados em cinema. Queremos que a biblioteca vá além dos livros”, finaliza Marina prevendo um futuro próximo em que a Biblioteca se torne um espaço de cultura a ser vivenciada de perto, sempre em crescimento e em constante efervescência.

Serviço

As exibições da Mostra Exploratória do Acervo de DVDs ocorrem às quintas-feiras, às 10, 15 e 19 horas, na Sala de Vídeo da Biblioteca. A programação é divulgada semanalmente no site da biblioteca.

Mais informações: site http://bibliotecadaeca.wordpress.com, email ecabiblioteca@usp.br

.