Ceper analisa o movimento aeroportuário em Ribeirão Preto

Publicado em Sociedade por em

Da Agência USP

O Centro de Pesquisas em Economia Regional (Ceper) da Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace) está analisando o fluxo de passageiros, aeronaves e cargas no aeroporto de Ribeirão Preto (Leite Lopes). O resultado da pesquisa é publicado no boletim  Movimento Aeroportuário, que teve sua primeira edição divulgada na sexta-feira, 14 de junho.

Coordenado pelo economista Sérgio Sakurai, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP, a publicação comparou dados do mês de abril de 2013 com o mesmo período de 2011 e 2012. Também comparou informações dos primeiros quatro meses deste ano com iguais períodos de 2011 e 2012. A edição traz ainda dados do aeroporto local e dos sistemas Daesp e Infraero.

Os números mostram aumento de 9,66% no número de passageiros em abril deste ano na comparação com o mesmo período de 2012. O acumulado de janeiro a abril, entretanto, mostra queda de 1,53% na comparação com o primeiro quadrimestre de 2012 e 10,80% na comparação com 2011. Com relação ao transporte de cargas, o aumento em abril deste ano foi de 44% em comparação com 2012, puxando para 17,63% o aumento de cargas transportadas nos primeiros quatro meses deste ano em comparação com 2012. Os dados locais mostram que o desempenho do Aeroporto Leite Lopes é mais favorável do que nos sistemas estadual e nacional.

O boletim pode ser acessado na íntegra pela internet.

O Centro de Pesquisa em Economia Regional foi criado no final de 2012 e tem como objetivo desenvolver análises regionais sobre o desempenho econômico e administrativo regional no País.

Sua criação reúne a experiência de diversos pesquisadores da FEARP em pesquisas relacionadas ao Desenvolvimento Econômico e Social em nível regional, a análise de Conjuntura Econômica, Financeira e Administrativa de municípios e Gestão de Organizações municipais, entre outros. A iniciativa de criação do Centro foi dos pesquisadores Rudinei Toneto Junior, Sérgio Sakurai, Luciano Nakabashi e André Lucirton Costa, todos da FEARP.

.