Nova edição da Revista Cultura e Extensão USP tem entrevista com diretor da Brasiliana USP

Publicado em Institucional por em

Da Assessoria de Imprensa da PRCEU

A Revista Cultura e Extensão USP – publicação da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP – chega à nona edição com artigos inéditos sobre projetos de cultura e extensão da Universidade e uma entrevista com o diretor da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, Pedro Puntoni, que fala sobre os planos e desafios desse novo espaço de cultura da USP. Outra novidade é a publicação de artigos de universidades convidadas. A publicação está disponível para download neste site.

O volume 9 da revista traz oito artigos de diferentes áreas do conhecimento, que mostram a abrangência da área de extensão na Universidade. Três projetos educativos estão em pauta: um deles é o programa de capacitação de gestores públicos no gerenciamento de resíduos da arborização urbana, desenvolvido no Laboratório de Movelaria e resíduos Florestais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP em Piracicaba. De acordo com as pesquisadoras Adriana Maria Nolasco, Ana Maria de Meira e Carolina Gatti, autoras do artigo, a gestão de resíduos de poda e remoção de árvores é um grande problema dos municípios paulistas e estudos anteriores apontaram a necessidade de uma melhor formação dos gestores públicos nesse assunto.

Outro projeto nesse sentido vem da área da saúde: as pesquisadoras Lívia Pinheiro Machado e Rosmaria Almeida de Oliveira, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, mostram os resultados de um trabalho realizado no Hospital e Maternidade Celso Pierro, hospital-escola da PUC-Campinas, que orientou médicos e enfermeiros dos setores de Pronto Socorro e Centro Cirúrgico na montagem e utilização do balonete endotraqueal, suporte ventilatório mecânico cujo manuseio incorreto pode provocar diferentes lesões nos pacientes.

O artigo “Educação, Ciência e Extensão”, da professora Martha Marandino, docente da Faculdade de Educação da USP, discute algumas das ações promovidas pelo Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Não Formal e Divulgação da Ciência (GEENF), da FE-USP. O grupo, criado em 2002, mantém diversas parcerias com instituições museológicas e de pesquisa tendo em vista o desenvolvimento de ações no campo da educação não formal e da divulgação em ciência.

Destaque também para projetos na área da cultura: Claudio Possani, docente do Instituto de Matemática e Estatística, fala sobre a criação do Giro Cultural USP, programa de visitas monitoradas aos acervos e museus da USP. Já o especialista em museologia, Maurício Cândido da Silva, discute as novas estratégias de trabalho adotadas pelo Museu de Anatomia Veterinária para o desenvolvimento de suas ações.

Também ganhou espaço nesta edição a iniciativa interdisciplinar concebida no âmbito do programa Envelhecer Sorrindo. A partir de uma parceria entre a Faculdade de Odontologia (FO) e a Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, veio a ideia de promover experiências artísticas com idosos na sala de espera do atendimento odontológico. Os resultados foram positivos: “os pacientes se apresentavam menos ansiosos para as consultas. (…) O tempo clínico rendeu mais e os pacientes se mostraram mais felizes”, relatam os professores Roberto Chaibj Stegun  (FO), Maria Luiza Arantes Frigerio (FO), Eduardo Coutinho (ECA)e os estudantes Letícia de Paula Venâncio (ECA), Amanda Tavares Dias (ECA), Larissa Bergoli Galeazzi (FO) e Suzana Y. Nakamura (FO), autores do artigo.

Completam a revista os artigos “Simulacro Made in China: Relatos e Origens da Imagem e Transformação”, da pesquisadora da Université Paris 1, a doutora pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, Christiane Wagner, e o texto “A Interpretação Quântica do Mundo”, de Valter Luiz Líbero, docente do Instituto de Física de São Carlos e diretor do Centro de Divulgação Científica e Cultural (CDCC).

Mais informações: (11) 3091-3250, site www.prceu.usp.br

.