Docentes e pesquisadores da FEARP e FEA elaboram parecer sobre tarifa de ônibus em Ribeirão Preto

Publicado em Sociedade por em

Da Agência USP de Notícias

Um grupo de professores e pesquisadores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP foi indicado pelo Ministério Público Estadual para elaborar um parecer técnico sobre a composição de custos, margem de lucro e fórmula de reajustes das tarifas do consórcio que detém a concessão do transporte coletivo urbano de Ribeirão Preto.

A equipe multidisciplinar de estudo da tarifa é formada pelos professores André Lucirton Costa (coordenador) e Alexandre Bevilacqua Leonetti, do Departamento de Administração, Amaury Patrick Gremaud e Sérgio Naruhiko Sakurai, do Departamento de Economia, Carlos Alberto Grespan Bonacim e Cláudio de Souza Miranda, do Departamento de Contabilidade, André Luis Squarize Chagas, do Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, em São Paulo, o mestrando Thiago Ferreira Quilice e o doutorando Marcelo Francisco Nogueira

O grupo recebeu o prazo de vinte dias, a contar da data do despacho (27 de junho), para a entrega do relatório. O parecer técnico fará parte de inquérito civil, instaurado pelo promotor Sebastião Sérgio da Silveira. O Ministério Público quer analisar a planilha de custos do transporte coletivo e descobrir se há distorções no preço da tarifa.

No despacho, que indica os integrantes da comissão, o promotor solicitou que o consórcio de empresas permissionárias e a Transerp, autarquia responsável pela gestão do transporte coletivo urbano em Ribeirão Preto, permitam acesso integral a toda a documentação necessária para a realização do levantamento.

Por decreto e baseada em reajustes de impostos federais, a Prefeitura baixou o custo da passagem em dez centavos. O novo valor entra em vigor a partir de 2 de julho. Há ainda um projeto enviado à Câmara Municipal para nova redução da tarifa, em mais cinco centavos.

Mais informações: (16) 3602-0505

.