Pesquisa da FEARP aponta retração do mercado de trabalho

Publicado em Sociedade por em

Da Agência USP de Notícias

Pesquisa realizada pelo Centro de Pesquisa em Economia Regional (Ceper) da Fundace, fundação ligada à Faculdade de Economia Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP, aponta retração de 37% nas vagas de emprego criadas no município ao longo de 2013.

Os dados, divulgados no último dia 2 de julho, indicam que os setores de comércio e serviços são mais vulneráveis à perda do poder aquisitivo da população. Eles apresentaram os piores indicadores de mercado de trabalho em Ribeirão Preto, destruindo em maio, respectivamente, 170 e 50 postos de trabalho formais. No acumulado dos últimos 12 meses, o saldo do setor de serviços, um dos mais importantes para a cidade, ainda é positivo, com criação de 2.955 postos, mas bem inferior ao período anterior quando, de maio de 2011 a abril de 2012, foram 6.105 novas vagas formais.

De acordo com pesquisador e presidente da Fundace, o professor da FEARP Rudinei Toneto, “a forte dependência do município das atividades de comércio e serviços tende a fazer com que o desempenho do mercado de trabalho este ano seja relativamente fraco, acompanhando a tendência de queda do rendimento real e do poder aquisitivo da população”. A Região Administrativa de Ribeirão Preto criou 1676 novas vagas em maio de 2013, o que significa queda de 56,5% em relação ao mês anterior e de 72,8% em comparação a maio do ano passado. Na região, todos os setores apresentaram crescimento negativo nas vagas criadas, seja em relação ao mês anterior, mesmo mês do ano anterior ou acumulado em 2013. Os piores desempenhos regionais, em maio, foram do comércio e da construção civil que destruíram postos de trabalho.

No Estado de São Paulo, todos os setores apresentaram queda na criação de emprego, sendo que o destaque negativo também é do comércio que destruiu mais de 13 mil postos. Ao analisar o cenário nacional, o boletim indica que foram criadas apenas 72 mil novas vagas no mês de maio. Uma queda de 48% em relação ao mesmo mês do ano anterior e 63% a menos que abril. A íntegra do boletim sobre mercado de trabalho do Ceper pode ser acessada no portal da Fundace.

Mais informações: (16) 3602-0505

.