Laboratório da EESC desenvolve pesquisa em robótica para reabilitação de pacientes pós-AVC

Publicado em Tecnologia por em

Flávia Cayres / Assessoria de Comunicação do INCT-SEC

O Laboratório de Mecatrônica da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) USP, um dos integrantes do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Sistemas Embarcados Críticos (INCT-SEC), desenvolve atividades tanto na pesquisa quanto no ensino em robótica.

Sistemas mecatrônicos de tempo real, robôs de reabilitação de pacientes pós-AVC (Acidente Vascular Cerebral) e pós-fratura de punho são alguns dos exemplos. Composto por docentes e alunos de graduação e pós-graduação, o laboratório desenvolve  projetos como a manipulação robótica (Robôs SCARA e Kuka) e a mão robótica Kanguera, produzida para pesquisas em manipulação habilidosa.

Conforme o coordenador, Glauco Caurin, as atividades, no âmbito do INCT-SEC, foram elevadas para um patamar de amadurecimento e confiança. “Passamos a desenvolver dispositivos robóticos mais confiáveis e capazes de interagir de forma segura com os seres humanos”.

De acordo com o pesquisador, as futuras produções  envolvem  trabalhos com a Embraer e atividade clínica conjunta com hospitais para  fortalecer o contato direto entre robô e ser humano. “Até o momento nossos robôs foram testados apenas com voluntários saudáveis. Nos próximos projetos pretendemos transferir os benefícios dessas novas tecnologias para pacientes pós-AVC”.

Dentre as atividades concluídas está o desenvolvimento de um sistema de manipulação de arquitetura aberta. Outros resultados são a produção de um sistema de reabilitação robótica com três graus de liberdade para fins de pesquisa, um sistema crítico que permite o contato direto entre robô e o ser humano e o desenvolvimento de jogos especiais para reabilitação robótica.

Mais informações: email imprensa@inct-sec.org

.