Docentes do ICMC são premiados por atuação no Programa de Tutoria Científico-Acadêmica

Publicado em Educação por em

Denise Casatti / Assessoria de Comunicação ICMC

Eles chegam cheios de dúvidas, medos e angústias à Universidade. Não estão acostumados com a cultura acadêmica e com a linguagem científica. Nessa história, o papel de um professor-mentor é fundamental para evitar que os desafios da jornada façam os ingressantes desistirem no meio do caminho.

Por isso, a USP criou o Programa de Tutoria Científico-Acadêmica e premiará, este ano, três professores do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), do campus da USP em São Carlos, por contribuírem com a integração desses estudantes no ambiente de ensino e pesquisa da Universidade. São eles: Alysson Costa, Roberta Atique e Solange Rezende.

Para se tornarem mentores, cada um desses professores se responsabilizou por acompanhar dois alunos bolsistas do programa em todas as atividades acadêmicas, levando-os à prática da linguagem científica e à realização de atividades experimentais básicas, compatíveis com o primeiro ano de graduação. Contribuíram, assim, para a integração dos estudantes nas diversas atividades acadêmicas, científicas e culturais da USP.

“É nosso papel ensinar o aluno a estudar. No ensino superior, o modo de estudar é diferente do ensino médio e do fundamental”, afirmou Roberta. Segundo a professora, trata-se de um programa fundamental, especialmente para cursos que exigem muita dedicação dos alunos.

Primeiros resultados

Para se inscrever no programa, os alunos ingressantes nos cursos de graduação da USP devem ter uma renda familiar mensal comprovada de até cinco salários mínimos. Os estudantes selecionados recebem uma bolsa mensal de R$ 400,00.

>Os resultados da primeira edição do programa, iniciado em 2012, têm surpreendido: 31,9% dos 300 alunos beneficiados foram classificados entre os 10 melhores de suas turmas de ingresso. Apenas 1,1% dos bolsistas cancelaram suas matrículas na USP, índice consideravelmente menor do que a média geral de evasão na universidade. Já neste ano, mil alunos foram contemplados.

Como reconhecimento pela dedicação à primeira edição do programa, a premiação oferecida aos docentes são passagens nacionais ou internacionais para realização de viagens de estudo ou pesquisa.

Mais informações: site www.prg.usp.br

.