Morre o médico cirurgião Wadi Kassis, um dos fundadores do Hospital Centrinho

Publicado em Institucional por em

Do Serviço de Comunicação do Centrinho

Faleceu na manhã desta sexta-feira, 9 de agosto, em Bauru, o médico Wadi Kassis, aos 79 anos. Professor aposentado do Departamento de Estomatologia da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP, Wadi foi um dos sete fundadores do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da USP, sendo o primeiro cirurgião plástico da instituição e único médico do grupo de fundadores.

O sepultamento ocorre nesta sexta-feira, no Cemitério do Ypê, em Bauru. O médico deixa a esposa, Selma, as filhas Adriane e Renata e o neto Matheus.

Considerado um brilhante cirurgião, Wadi foi responsável pelas primeiras cirurgias do Centrinho, quando ainda eram realizadas no Hospital Beneficência Portuguesa de Bauru, no final da década de 60.

Ao lado de Halim Nagem Filho (cirurgião-dentista da área de prótese maxilofacial), Ney Moraes (estatística) e Décio Martins (ortodontia), Wadi Kassis integrou o grupo de pesquisadores do estudo realizado em 1965 para descobrir a prevalência de fissura labiopalatina na população de Bauru.

Mais tarde, em 1967, para atender os casos pesquisados, foram convidados ao grupo, formando uma equipe de sete especialistas, os professores Bernardo Gonzáles Vono (odontopediatria), Noracylde Lima (cirurgia bucomaxilofacial) e José Alberto de Souza Freitas (radiologia).

Wadi aposentou-se como professor doutor da FOB em 1991.

Mais informações: (14) 3235-8156, email imprensa@centrinho.usp.br

.