Políticas de permanência estudantil em São Carlos ajudam a desenvolver alunos

Publicado em Institucional por em

Susana Xavier/Assessoria de Comunicação da USP São Carlos

O número de alunos de graduação que estudam na USP em São Carlos aumentou substancialmente. Se considerarmos os últimos 13 anos, o crescimento chega a cerca de 110%, ou seja, o corpo discente passou de 2.221 para 4.669 estudantes. Essa evolução está diretamente atrelada à criação de 10 novos cursos. Atualmente são ofertadas mais de 1000 vagas por vestibular.

Segundo o presidente do Conselho Gestor, professor José Carlos Maldonado, “essa expansão aliada à ampliação e fortalecimento das iniciativas da Universidade de São Paulo direcionadas à inclusão social torna ainda mais relevante e necessárias as políticas de permanência estudantil”.

Referente aos alunos ingressantes no campus em 2013, 23,25% são oriundos de escola pública e 4,56% estudaram tanto em pública quanto privada, e esses números tendem a aumentar em função das definições atuais da Pró-Reitoria de Graduação e referendadas no Conselho Universitário.

Com o intuito de contribuir para a formação integral dos estudantes e propiciar condições para que mantenham e ampliem suas atividades acadêmicas e concluam o curso, foi implantado em 2009 o Programa de Apoio à Permanência e Formação Estudantil (PAPFE). O PAPFE pretende ampliar as ações da Política de Apoio à Permanência e Formação Estudantil, integrante do Programa de Inclusão Social (INCLUSP), de 2007.

Por meio desses programas, a USP oferece apoios relacionados à moradia, transporte, alimentação, creche e aquisição de livros, além de bolsas direcionadas a atividades acadêmicas, como a Eduardo Panadés, Santander, Aprender com Cultura e Extensão e Ensinar com Pesquisa – as duas últimas oferecidas respectivamente pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão e Pró-Reitoria de Graduação. Os alunos também contam com assistência médica nas Unidades Básicas de Saúde (UBAS) e espaço para a prática de esportes e atividades físicas no Centro de Educação Física, Esportes e Recreação da USP (CEFER).

De acordo com relatório feito pelo Serviço de Promoção Social e Moradia Estudantil (SVSOCIAL), a pedido do Conselho do Campus, nos últimos cinco anos, observa-se também um crescimento no número de apoios oferecidos pela USP São Carlos. Desde 2009, os auxílios alimentação aumentaram cerca de 75%; os moradia, cerca de 195% e as vagas nos alojamentos passaram de 192 para 252. Em 2011 foi criado o auxílio livros e em 2012 os alunos passaram a contar com auxílio transporte.

Para Rosa Proença, chefe técnica do SVSOCIAL, “o PAPFE é de grande importância por promover condições para que os estudantes desenvolvam suas atividades na Universidade, visando a concluir o curso ao qual está vinculado, reduzindo a evasão e contribuindo para a formação acadêmica integral”.

Atualmente, cerca de 630 alunos são beneficiados pelo apoio alimentação e 450 pelo apoio moradia, entre vagas no alojamento e auxílio financeiro.

Desempenho

Entre os diferentes tipos de apoios oferecidos, a moradia é considerada um item fundamental para a permanência estudantil: 76% dos alunos com vaga na moradia estudantil no primeiro semestre de 2013 cursaram o ensino médio em escola pública.

De acordo com Maldonado, “a partir do relatório feito pelo SVSOCIAL, observa-se que em praticamente todas as unidades e cursos do Campus, o rendimento acadêmico dos alunos que usufruem de moradia estudantil ou auxílio financeiro é equivalente ou superior ao rendimento dos demais estudantes”.

O professor destaca que “apesar das barreiras enfrentadas pelos alunos em situação socioeconômica desfavorável para ingressarem na USP, quando isso é alcançado, a oferta de melhores condições de permanência estudantil oferecidas leva a resultados muito positivos, favorecendo os objetivos da Universidade de formar recursos humanos de alta qualidade para a sociedade. Os alunos apresentam dedicação e empenho pois são cientes de que a formação em um curso superior constitui uma possibilidade de mobilidade social, se acompanhada de um bom rendimento acadêmico”.

Mais informações: email imprensa@sc.usp.br

.