Alunos da USP participam de competição internacional sobre planos de negócios

Publicado em Institucional por em

Desenvolver ideias inovadoras e oportunidades de negócio com foco em mobilidade. Esse foi o mote da edição 2014 do Business Plan International, competição realizada na Universidade de Bayreuth, na Alemanha, da qual participaram 12 alunos da USP. Selecionados pela Agência USP de Inovação, esses alunos receberam uma bolsa de empreendedorismo da universidade, que contemplou, além da participação no evento durante dez dias, a possibilidade de estagiar em laboratórios universitários e em empresas alemãs durante o período de 2 a 6 meses.

Durante o evento, 48 alunos (12 de cada universidade participante) foram agrupados em oito grupos para o desenvolvimento de planos de negócios e a criação de empresas voltadas para solucionar problemas de mobilidade urbana usando veículos elétricos. Essa atividade foi realizada de forma intensa, com diversas fases, incluindo a concepção do negócio, a análise do ambiente competitivo, a criação de estratégias funcionais, a análise da viabilidade econômico-financeira e a criação da estratégia de lançamento e penetração no mercado.

As atividades exigiram forte interação entre os alunos e a intensa busca de informação sobre o mercado e as tecnologias envolvidas, complementadas com visitas a empresas locais de base tecnológica envolvidas com a temática. Com o apoio, monitoramento e acompanhamento crítico do processo pelos oito professores coordenadores, o trabalho de cada grupo resultou em um plano de negócio que foi apresentado para uma banca de quatro executivos e empresários da região de Bayreuth, incluindo dois representantes de empresa do segmento automobilístico, um ex-prefeito da cidade, hoje empresário de indústria local, e um expert em marketing e consultor de negócios empresariais.

O evento final contou com a participação do reitor da Universidade de Bayreuth e de um diretor da Câmara de Comércio local, além dos avaliadores dos planos e dos professores coordenadores. A equipe vencedora elaborou o CargoRope, plano que teve a participação dos alunos Ana Cecilia Castro e Diego Petrella, da USP, além de mais quatro alunos das universidades parceiras. Ana Cecilia foi também agraciada com o prêmio de melhor apresentadora do plano de negócio, em votação feita pelos próprios alunos que participaram da competição.

A ideia do negócio vencedor foi utilizar a capacidade não utilizada de carga dos teleféricos, que usualmente transportam apenas pessoas, para transportar cargas, em um processo de “encaixe” de um compartimento removível embaixo das unidades transportadoras de pessoas. O processo envolve o desenvolvimento de uma tecnologia de encaixe e também uma série viável de alterações nas estações de carga e descarga, mas com resultados interessantes quando se considera o transporte de cargas para “morro acima” em lugares em que tem sido empregado esse tipo de transporte. Segundo o grupo, mais de 20 projetos de teleféricos estão planejados para serem colocados em prática em países subdesenvolvidos e em desenvolvimento para amenizar problemas de mobilidade urbana.

O evento, projetado para propiciar o desenvolvimento dos alunos em um ambiente de trabalho multicultural, propiciando assim a formação de futuros líderes para a área tecnológica e de negócios, contou ainda com visitas às empresas e uma série de atividades culturais, compreendendo tours culturais e visitas a cidades e instituições da região da Upper Franconia, na Bavária, onde está localizada a cidade de Bayreuth.

A Business Plan International acontece desde 2007 e a USP participa como uma das universidades pioneiras. A edição deste ano foi realizada pelas universidades parceiras, sob a liderança dos professores Betty Chan e Chiming Chan,  da Hong Kong University of Science and Technology; dos coordenadores locais, professores Volker Altstadt , Stefan Seifert e Sascha Schweitzer, da Universidade de Bayreuth; dos professores John Quanton e Kate Westmeyer, da Indiana University at Urbana-Champaign, dos Estados Unidos; e dos professores Marcelo Becker  e Sergio Perussi Filho, representando a USP.

Com informações da Agência USP de Inovação

.