Associação de ex-alunos da Esalq promove reencontro e oportunidades

Publicado em Especial, Ex-alunos, Institucional, USP Online Destaque por em

A Associação dos Ex-alunos da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Adealq) foi criada em 1943 com o objetivo de criar oportunidades para que os ex-alunos mantenham contato e troquem experiências. Iniciando suas atividades oficialmente em 1958, ela contou com a ajuda de diversos ex-esalqueanos  para se constituir hoje em uma das mais fortes associações deste tipo na USP.

Semana Luiz de Queiroz

Nestes 54 anos de existência, a Adealq realiza anualmente, em conjunto com a Coordenadoria do Campus Luiz de Queiroz (CCLQ), a Semana “Luiz de Queiroz”, uma das principais atividades da associação. Neste ano, o evento ocorreu entre 3 e 8 de outubro e contou com a participação do reitor João Grandino Rodas na cerimônia de encerramento, que parabenizou a Esalq por conseguir equilibrar a tradição e a modernidade.

Para o vice-presidente da Adealq, Arnaldo Antonio Bortoletto, a semana é uma grande oportunidade para os alunos se reverem e trocarem informações e experiências. “A associação é muito forte. Temos uma das maiores confraternizações universitárias de ex-alunos e conseguimos reunir cerca de 1700 pessoas”, comenta.

Com palestras, aulas e oficinas, a Semana culminou com o churrasco de confraternização e a tradicional “Reunião de Confraternização dos Ex-Alunos”, em que foram prestadas homenagens às turmas quinquenais a partir de 1936, dos cursos de Engenharia Agronômica, Engenharia Florestal, Economia Doméstica, Ciências Econômicas, Ciências dos Alimentos, Gestão Ambiental e Ciências Biológicas.

Na cerimônia de encerramento, algumas instituições foram homenageadas, como a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), que completou 110 anos, a Associação Brasileira de Criadores (ABC), o Departamento de Genética (LGN) da Esalq, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), o Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena) da USP, a Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), a Fundação Agrisus e a a Pró-Reitoria de Pós-Graduação da USP, pela outorga de 100 mil títulos de mestre e doutor completada este ano.

Para dar continuidade a realização da Semana, a Adealq criou este ano o Fundo de Apoio à Adealq, com doações de ex-alunos chamados de Sócios Mantenedores da Adealq. Esse fundo foi aberto na Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), para onde as doações podem ser enviadas. A gestão do Fundo será composta por uma comissão formada por Casimiro Dias Gadanha Junior, presidente da Adealq, Claudio Fauvel Amary e Silvio Gilberto Bertoloti, ex-alunos.

Reencontro

Dos anos 80 até hoje, a associação cresceu e ganhou adeptos. Para Bortoletto, a criação dessas associações é fundamental. “Na época da faculdade estamos saindo da juventude e ganhando amadurecimento. Convivemos vários anos com as mesmas pessoas, e é muito importante que tenhamos essa oportunidade de voltar e rever os amigos”, diz.

Além disso, ele ressalta que essa importância não se deve somente ao reencontro com os colegas. Segundo ele, a Adealq planeja criar um banco de dados de todos os ex-alunos, tanto para uso próprio como para empresas que estão procurando profissinais da área. A ideia seria disponibilizar esses dados para oferecer um suporte aos ex-alunos que procuram emprego ao mesmo tempo que propicia mão-de-obra qualificada para o mercado.

A Adealq é administrada por uma diretoria com sete membros e mais sete integrantes do Conselho Consultivo. A sede fica no local onde funcionava a Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), na Av. Pádua Dias, 11, Piracicaba.

Mais informações: site www.adealq.org.br.

.