Educando e aprendendo juntos

Publicado em Especial por em

mateustop

Sempre estudei em escola pública (na cidade de Piquete, SP) e ingressei no Cotel em 1997, sem cursinho preparatório. Minha vida no Cotel não foi fácil. Venho de uma família humilde, meu pai era motorista do caminhão de lixo da Prefeitura e minha mãe trabalhava como balconista em um supermercado. Minha maior dificuldade foi financeira: não tinha dinheiro para comprar os passes escolares e nem para almoçar. Isso refletiu na vida acadêmica e acabei repetindo o ano, mas não desisti de lutar pelos meus sonhos. Terminei o Cotel e fui selecionado para o estágio dentro da própria instituição (antiga FAENQUIL). Hoje sou mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo e professor do COTEL.

Sempre quis ensinar e aprender ao mesmo tempo
e a profissão de educador me possibilita isso

O que me motivou a ser professor foi o incentivo que recebi diante das dificuldades que a vida me impôs. Sempre quis ensinar e aprender ao mesmo tempo e a profissão de educador me possibilita isso. Sinto-me extremamente grato e feliz [por ter sido lembrado pela Graziele], pois esses gestos mostram que estou no caminho certo. Dizia sempre isso para a Grazi e digo para todos os meus alunos: agradeço a vocês por me enxergarem melhor do que eu realmente sou.

Leia o depoimento da aluna de Mateus:
Graziele Aguiar – Pequenos gestos que contam
‘Muitas vezes você vai se sentir desmotivado e achar que é uma coisa impossível. Mas estudar na USP é algo que depende muito mais de você. O mais importante é nunca desistir!”

Início

.