Professor da Esalq é um dos vencedores do Prêmio Fundação Bunge

Publicado em Institucional por em

Da Agência USP de Notícias

O professor em Microbiologia do Solo na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da USP, em Piracicaba, Fernando Dini Andreote, foi contemplado, na categoria Juventude, na 59ª edição do Prêmio Fundação Bunge.

A premiação é dividida nas categorias “Vida e Obra” e “Juventude”, com homenageados nas áreas de produtividade agrícola sustentável e artes circenses. Na categoria “Vida e Obra foram” contemplados Hiroshi Noda, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e também egresso da Esalq, e Hugo Possolo, um dos fundadores do grupo teatral Parlapatões. Na categoria “Juventude”, além de Andreote, foi premiada a instrutora de circo e diretora da Cia Fulanas de Circo e da Cia, Luana Serrat.

Os candidatos da categoria “Vida e Obra” são escolhidos pelo conjunto de seus trabalhos nas áreas da premiação; da categoria “Juventude” participam profissionais de até 35 anos que se destacam em seus campos de atuação.

O anúncio dos contemplados foi feito no dia 25 de julho, após reunião do júri, formado por reitores de universidades e dirigentes de entidades científicas e culturais – entre eles, o reitor da Universidade, Marco Antonio Zago.

A cerimônia de entrega dos prêmios – R$ 135 mil e medalha de ouro na categoria “Vida e Obra” e R$ 50 mil e medalha de prata na categoria “Juventude” – ocorre no dia 22 de setembro, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

O Prêmio Fundação Bunge foi criado em 1955 com o objetivo de incentivar o conhecimento científico em diversas áreas e estimular novos talentos. Os candidatos não são inscritos, mas indicados por universidades e entidades culturais e científicas brasileiras.

Mais informações: site http://www.fundacaobunge.org.br/projetos/premio-fundacao-bunge/

.