Cinegrid discute mídias e redes de alta velocidade

Publicado em Tecnologia, USP Online Destaque por em

Valéria Dias / Agência USP de Notícias

Foto: Wikimedia Commons
Foto: Wikimedia Commons
Comparativo entre resoluções de tela

Nesta quinta e sexta-feira (28 e 29 de agosto), a Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) sedia o Congresso Internacional Cinegrid Brasil 2014 (Cinegrid). O evento reúne especialistas para apresentar pesquisas e realizar demonstrações ligadas às novas mídias de alta resolução e às redes de computação de alta velocidade necessárias para sua aplicação, aliando arte, tecnologia e pesquisa.

Um dos exemplos é um espetáculo que ocorre às 9 horas da sexta-feira, dia 29. O público do congresso vai poder acompanhar, ao vivo, a apresentação de uma dançarina de butô (dança tradicional japonesa) e de um capoeirista, unindo o conceito do “ao vivo presente” e o “ao vivo remoto”. “Eles dançarão juntos e ao vivo. Mas enquanto o capoeirista estará no palco do auditório da FMUSP, a dançarina estará em outra sala da Faculdade. As imagens da dançarina em ultra alta resolução (4K) serão transmitidas, via telão, para o palco do auditório graças a uma rede fotônica e permitirá que a dançarina e o capoeirista dancem juntos”, explica o professor Almir Almas, do departamento de Cinema, Rádio e Televisão da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. O 4k dispõe de uma resolução de 3840 × 2160 pixels (8,3 megapixels), que é 4 vezes maior que a Full HD (1920 por 1080 pixels).

Outro destaque do evento é a participação do diretor de som Steve Morris, da Skywalker Sound (divisão da LucasFilm). Diretamente de São Francisco (EUA), Morris vai demonstrar, ao vivo, como se faz a edição de som multicanal 5.1.

Haverá ainda a apresentação da New World Symphony, da Flórida (EUA). “Em tempo real, nós vamos enviar para Miami, via rede, o filme São Paulo Sinfonia de uma Metrópole, de 1929. O filme será projetado em Miami para os músicos da orquestra. Eles vão assistir a projeção e tocar a trilha ao vivo. A imagem e o som voltarão para o Brasil e será possível assistir tudo em 4k e com som multicanal 5.1”, explica Thiago de André, coordenador de produção do Cinema da USP Paulo Emílio (Cinusp) e um dos responsáveis pelo congresso. Apesar de os pesquisadores estarem usando uma rede de alta velocidade, ainda assim existem atrasos (delay) na recepção. “Com esta demonstração poderemos observar de quanto será esse delay e qual é o seu impacto em uma atividade de arte como essa”, diz.

Foto: Wikimedia Commons
Foto: Wikimedia Commons

No final do evento haverá também a transmissão ao vivo para a FMUSP de uma cirurgia de olhos realizada na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), utilizando o acoplamento de um câmera 4k.

Dentro da programação, ocorrerão discussões sobre a utilização de ferramentas de colaboração com compartilhamento de mídias de alta resolução. A professora Tereza Carvalho, do Laboratório de Arquitetura e Redes de Computadores (LARC) da Escola Politécnica da USP, e também organizadora do evento, cita um projeto da Rede Nacional de Pesquisa (RNP) sobre videowalls, que é um portal constituído de monitores com menor resolução, resultando em uma tela maior, com maior resolução de imagem. “No nosso projeto, utilizamos um sistema de compartilhamento de mídias digitais em videowalls, denominado SAGE (Scalable Adaptive Graphics Environment), desenvolvido pela Universidade de Illinois, Chicago, que permite compartilhar conteúdos enviados por diferentes usuários locais ou remotos. Então poderíamos ter um número indefinido de pessoas, locais ou remotas, compartilhando conteúdos no nosso videwall de 8 telas”, explica.

Tereza Carvalho lembra que, se houver muitas pessoas remotas compartilhando conteúdos de alta resolução entre si, é necessário que a rede tenha banda suficiente para permitir o tráfico de dados: este é outro tema a ser abordado. Haverá ainda discussões sobre a compressão de vídeos. O evento também contará com a participação de representantes da TV Globo, emissora que já está fazendo alguns testes experimentais com a tecnologia 4k, além de debates com pesquisadores de universidades japonesas abordando a tecnologia 8K (o dobro da 4K). A programação completa está disponível neste link.

Consórcio Internacional 

portal20140828_5O Cinegrid é um consórcio internacional fundado em 2006 que tem como objetivo a distribuição de conteúdos educacionais, científicos e de entretenimento (visualizações científicas avançadas, telemedicina, telessaúde, cinema, animações e conteúdos para planetários) através de redes ópticas (fotônicas) de alta capacidade (de 1 a 120 Gigabytes por segundo – Gbps) interconectadas através de Grid’s (grades) computacionais não comerciais que permitem o envio e recebimento de dados através de redes ópticas em escala supercomputacional. Anualmente, o consórcio realiza encontros em San Diego, na Califórnia. Este congresso é o segundo ocorrido no Brasil, sendo que o primeiro foi em 2011, no Rio de Janeiro.

Cerca de 64 instituições de todo o mundo participam do Cinegrid, entre elas, a Universidade de Keio (Japão); a Universidade do Sul da Califórnia (USC); a Universidade de Illinois em Urbana Champagne; o Electronic Visualization Laboratory (EVL) da Universidade de Chicago; e a Universidade da Califórnia, San Diego (UCSD), todas nos EUA. No Brasil, quem colabora com o grupo é a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), a Universidade Mackenzie e o CPqD. Também fazem parte da associação instituições como o Academy of Motion Picture Arts and Sciences, Lucasfilm, Disney , SONY, JVC, Cisco e NTT.

Além do LARC e da FMUSP, estão envolvidos na realização do evento a Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP, o Cinema da USP Paulo Emílio (Cinusp), o Laboratório de Sustentabilidade (LASSU) da Poli; além da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e a Universidade Mackenzie.

Mais informações: email carvalho@larc.usp.br, com a professora Tereza Carvalho; thiandre@gmail.com, com Thiago de André, e alalmas@uol.com.br, com o professor Almir Almas. Site http://cinegridbr.org

.