Semana de Computação mobiliza ICMC: palestras sobre software livre são destaque

Publicado em Tecnologia por em

Denise Casatti / Assessoria de Comunicação ICMC

Depois de cinco dias de intensas atividades, chegou ao fim a 17ª Semana de Computação (Semcomp) realizada no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. No total, foram 20 minicursos, 8 palestras, um Workshop de Iniciação Científica (WICT π), uma Game Night, painéis, mesas redondas, concursos, além de uma Feira de Recrutamento com palestras empresariais e processos seletivos. O evento recebeu patrocínio de 14 empresas e diversas outras instituições apoiaram a iniciativa como a Sociedade Brasileira de Computação.

“No meu ponto de vista, essa Semcomp é a maior e a melhor semana de computação do Brasil. Organizar um evento desse porte é uma experiência única”, ressaltou o coordenador geral da 17ª Semcomp, professor Moacir Ponti Júnior. Este ano, 780 estudantes se inscreveram no site para participar das atividades.

A palestra de abertura do evento abordou a temática do empreendedorismo e foi ministrada por Edivar de Queiroz Filho, ex-aluno do Instituto de Física de São Carlos. Ele contou sua trajetória acadêmica e profissional e as estratégias utilizadas para fundar e liderar a empresa Luz Soluções Financeira. Queiroz Filho também forneceu dicas sobre os cuidados que se deve ao exercer uma função de liderança e afirmou que, para ser um bom empreendedor, é preciso ter persistência, querer mudar e contornar problemas. “A minha principal e grande motivação é ver as pessoas se superando e poder oferecer um ambiente onde elas possam se desenvolver e crescer profissionalmente”, concluiu.

Entusiasta do software livre

Outro destaque da 17ª Semcomp foram as palestras de Jon “Maddog” Hall, diretor executivo da Linux Internacional, uma associação de usuários de computador que desejam ajudar e promover o sistema operacional Linux. Na noite de quarta-feira, 20 de agosto, ele ministrou duas palestras: “Performance de software, nem tudo é velocidade!” e “Porque usar o GNU/Linux é como tocar um piano”. Na tarde da quinta-feira, 21, foi a vez de falar sobre como ganhar dinheiro com software livre.

“Quando você é escravo de um software, você não pode alterá-lo como deseja ou pagar alguém que tenha habilidade de fazer isso para você”, explicou Hall. Segundo ele, ganhar dinheiro com software livre é como ganhar dinheiro com qualquer outro negócio: é preciso conhecer o mercado, conhecer o que a concorrência oferece e ter um plano real de negócios (com plano de marketing, plano financeiro e estratégias alternativas).

“Software não é uma commodity, como milho, mas sim algo desenvolvido sob medida para as pessoas resolverem problemas, tal como o serviço oferecido por um cirurgião cerebral”, comparou. “O segredo aqui é desenvolver softwares para fazer exatamente o que as pessoas querem, oferecendo um serviço tão especializado quanto o que é oferecido pelo cirurgião ou pelo advogado. Não estamos falando simplesmente de um pacote de produtos instalados em uma máquina”, finalizou Hall.

A voz dos ex-alunos

Uma das principais atrações do último dia da 17ª Semcomp, 22 de agosto, foi a mesa redonda com sete ex-alunos do ICMC. Quatro deles optaram por seguir o caminho do mercado de trabalho: Vinicius Reis, ex-aluno de Ciências de Computação e engenheiro de software no Facebook; Débora Gonçalves, ex-aluna de Ciências de Computação e analista de suporte na Ci&T; Leandro Lourenço, ex-aluno de Sistemas de Informação e chief technical officer na startup Parallaxis Consultoria Econômica; Matheus Lin, ex-aluno de Engenharia de Computação e desenvolvedor e analista de projetos na NIC.br.

Os outros três ex-alunos convidados para participar do evento preferiram seguir o caminho da pós-graduação no próprio ICMC: Tiago de Nazaré, ex-aluno de Ciências de Computação, faz mestrado na área de processamento de imagens; Draylson Souza, ex-aluno de Sistemas de Informação, faz doutorado na área de engenharia de software; Carlos Massera, ex-aluno de Engenharia de Computação, faz doutorado na área de veículos móveis autônomos.

Todos eles ressaltaram a relevância de participar de projetos de iniciação científica durante a graduação para que os estudantes possam escolher com mais propriedade se desejam atuar no mercado de trabalho ou optar pela carreira acadêmica. “Para mim, poder fazer iniciação científica e conviver com alunos que estavam no mestrado e no doutorado foi muito importante para entender como funcionava o meio acadêmico. Além de contribuir para que eu pudesse obter bolsas no mestrado e no doutorado, já que as agências de fomento consideram esse histórico”, afirmou Draylson Souza.

“Participar de um projeto de iniciação científica me possibilitou conhecer mais sobre programação, o que se tornou um diferencial nos processos seletivos. Por causa disso, fui escolhida para trabalhar com a linguagem Javascript na Ci&T, depois de participar de um processo seletivo em uma Semcomp”, contou Débora Gonçalves.

Prêmio Destaque Acadêmico

O final da 17ª. Semcomp também foi marcado por uma homenagem aos alunos que obtiveram as maiores médias nos cursos de Ciências de Computação e Sistemas de Informação. “É para isso que estamos aqui: para ver nossos alunos se saindo bem nos cursos. Gostaria também de parabenizar a todos pela Semcomp e, em particular, aos muitos organizadores pelo belo trabalho. Desejo que, no próximo ano, esse evento seja ainda mais bem-sucedido, com mais alunos sendo homenageados”, declarou o diretor do ICMC, Alexandre Nolasco de Carvalho.

“Há vários fatores que levamos em conta na hora de avaliar um aluno, mas para fazermos uma homenagem objetiva precisamos escolher um critério e, nesse caso, é a média obtida”, explicou o coordenador do curso de Ciências de Computação, professor Thiago Pardo. “Essa homenagem, que está em sua segunda edição, mostra a importância que todos os alunos têm para os nossos cursos, nossas disciplinas e para que o nosso dia a dia seja sempre melhor”, completou a presidente da Comissão de Graduação, Renata Pontin.

Mais informação: site http://icmc.usp.br/e/02bfe e http://semcomp.icmc.usp.br/17/

 

 

.