Alunos da Poli participam de programa sobre segurança no trânsito

Publicado em Educação, Sociedade por em

Da Assessoria de Imprensa da Poli

O Centro de Engenharia Automotiva (CEA) da Escola Politécnica (Poli) da USP está apoiando a iniciativa da empresa Michelin cujo objetivo é conscientizar os jovens sobre condução segura. O projeto é composto de uma série de encontros que acontecerá em 15 universidades, de sete cidades do País. E a Poli sediou o primeiro deles em agosto, no auditório do prédio de Engenharia Mecânica, na Cidade Universitária (zona oeste de São Paulo). Os alunos da Poli também participarão de um programa nacional que irá escolher o motorista que conduz de forma mais segura, por meio das medições de aparelhos de telemetria instalados nos veículos.

Na abertura, o professor Marcelo Massarani, do CEA, destacou que o Brasil registra atualmente 40 mil óbitos por ano em acidentes de trânsito, por isso a importância de receber o evento da Michelin voltado aos jovens universitários, que são a faixa etária mais vulnerável aos acidentes de trânsito. Segundo dados do Ministério da Saúde, 40% desses acidentes no Brasil envolvem pessoas entre 20 e 39 anos.

O evento contou com a palestra do sociólogo Eduardo Biavati, especialista em educação e segurança no trânsito. Ele chamou a atenção do público para os principais fatores que podem provocar colisões e suas consequências físicas e até fatais, para condutores e ocupantes dos veículos e pedestres.

Experiências

Também participaram de um bate-papo com os alunos os pilotos Cacá Clauset, bicampeão do Rally dos Sertões, e Leandro Mello, repórter do Autoesporte e da revista Duas Rodas, ex-piloto de MotoCross e campeão paulista na categoria Superbike. Eles falaram de suas experiências, principalmente em relação aos acidentes que vivenciaram durante competições.

Paralelamente, no saguão do prédio da Engenharia Mecânica, os alunos da Poli/USP puderam se inscrever para participar do programa Michelin Best Driver. Nos veículos dos participantes, será instalado um aparelho de telemetria para monitorar o nível de segurança da condução do motorista, com base na aceleração, frenagem, curva e velocidade. Os estudantes serão classificados em uma escala de zero a 100. Quanto maior a pontuação, mais segura a condução do motorista.

O aluno da Poli que alcançar a maior pontuação no aparelho de telemetria estará entre os 15 finalistas (o primeiro colocado de cada universidade) para concorrer ao título de melhor motorista universitário. O vencedor ganhará um veículo Peugeot 208 zero km – seu nome será divulgado no dia 29 de novembro deste ano. Os 15 finalistas receberão um mini tablet e uma viagem a São Paulo para assistir à prova Le Mans 6h de São Paulo, nos dias 29 e 30 de novembro, em Interlagos, na capital paulista. O regulamento completo está disponível em www.michelin-best-driver.html.

Mais informações: (11) 5549-1863 / 5081-5237

.