EEFE recebe equipamento de realidade virtual para avaliação e treino do controle postural

Publicado em Tecnologia por em

Da Seção de Relações Institucionais e Comunicação da EEFE

No começo de agosto, o Laboratório de Comportamento Motor (Lacom) recebeu o aparelho Stable, que irá integrar o Laboratório Didático de Realidade Virtual na promoção de Atividade Física, Lazer, Saúde e Reabilitação. O objetivo é equipar uma sala didática com diversos consoles e equipamentos que possam criar diferentes ambientes de realidade virtual. Esta sala proporcionará aos alunos de graduação conhecimentos teóricos e práticos para a aplicação da realidade virtual na educação física e esporte, voltados para a saúde, reabilitação, lazer e esporte. Além disso, será possível realizar avaliações neuromotoras e fisiológicas sobre os efeitos da prática de atividade física em ambiente virtual.

O Stable possui seis câmeras, plataforma de força e tela para projeção em 180º. O equipamento permite a criação de cenários virtuais para tarefas específicas do dia-a-dia ou relacionadas a alguma modalidade esportiva a partir da criação de jogos virtuais. Por meio do aparelho, o sujeito em avaliação sente que desempenha uma tarefa em um ambiente real, embora esteja no ambiente virtual. É possível avaliar e melhorar o desempenho de pessoas com distúrbios no equilíbrio e no controle postural, como idosos, pessoas com AVC, Parkinson, entre outros.

A vantagem do uso da realidade virtual é a prática de movimentos em ambientes contextualizados, em que o profissional pode manipular a intensidade, o número de repetições e a realização de treinamento orientado a tarefas personalizadas para cada indivíduo. Além disso, a prática nesse ambiente é extremamente segura, pois os indivíduos estão sobre uma plataforma de força, presos com cinto de segurança fixo no teto, a fim de evitar quedas, quando desempenham as atividades em ambiente virtual. As alterações fisiológicas, psíquicas e somáticas promovidas pelo ambiente virtual são similares às situações da vida real e isso pode garantir condições para a melhora do desempenho motor e da aprendizagem, pois os indivíduos sentem-se em um ambiente desafiador e motivador em níveis acentuados de intensidade de prática física.

O equipamento será utilizado na graduação e na pós-graduação. Na graduação, os professores demonstrarão aos graduandos uma possibilidade de prática de atividade física que permitirá avaliar os aspectos comportamentais, fisiológicos e biomecânicos dessas intervenções. Também será possível a observação prática das respostas orgânicas e do impacto fisiológico durante a execução de atividades em ambiente virtual, o que é difícil em um contexto real.

Os alunos de pós-graduação também poderão utilizar o equipamento para investigar os efeitos e a eficiência das atividades relacionadas ao treinamento do equilíbrio e controle postural. No momento, dois projetos de pesquisa irão estudar, por meio do Stable, a aprendizagem motora em pacientes que sofreram AVC. Os cursos comunitários serão igualmente beneficiados pelo aparelho. No curso de Reabilitação para Pacientes Neurológicos, coordenado pela Profa. Dra. Camila Torriani-Pasin, os alunos são avaliados antes do início das aulas e depois dos quatro meses de treinamento em quadra, a fim de obter dados mais precisos sobre os efeitos do programa de atividade física no equilíbrio desses indivíduos.

O projeto que propõe a criação do laboratório didático obteve recursos do Pró-Inovação no Ensino Prático de Graduação (Pró-Inovalab), da Pró-Reitoria de Graduação. A intenção é que seja uma sala multiusuário, integrando os departamentos e laboratórios da EEFE.

Mais informações: (11) 3091-2247, site www.eefe.usp.br

.