Edição 2014 do Jabuti premia profissionais da USP

Publicado em Cultura por em

No dia 23 de outubro, foram confirmados os ganhadores do 56º Prêmio Jabuti, o mais tradicional prêmio do livro no Brasil. São três vencedores em cada uma das 27 categorias do prêmio.

Além de autores e organizadores, a USP foi representada também por livros publicados por sua editora, a Edusp.

A obra Fervor das vanguardas (Companhia Das Letras) venceu a categoria Teoria/Crítica Literária. A autoria é do professor da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas (FFLCH), Jorge Schwartz. Na mesma categoria, em segundo lugar, está o livro Abençoado & Danado do Samba, de Ricardo Azevedo, publicado pela Edusp. E em terceiro lugar, está Melancolias, Mercadorias (Ateliê Editorial), de Walter Garcia, professor do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP.

As Minas de Ouro e a formação das Capitanias do Sul (Via das Artes)do professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) Nestor Goulart Reis Filho, ganhou o primeiro lugar da categoria Arquitetura e Urbanismo.

O primeiro lugar da categoria Ciências Exatas, Tecnologia e Informática é do livro Estrutura atômica, ligações e estereoquímica (Editora Edgard Blucher), do professor do Instituto de Química (IQ) Henrique Eisi Toma.

O poeta e professor da FFLCH venceu o primeiro lugar da categoria Poesia com Bernini – Poemas 2008-2010 (Demônio Negro).

O primeiro lugar da categoria Ciências da Saúde é Tratado de Oncologia (Editora Atheneu), do diretor geral do Instituto do Câncer de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (Icesp), Paulo Marcelo Gehm Hoff.

O doutorando Guilherme Gontijo Flores, do Programa de Pós-graduação em Letras Clássicas da FFLCH, ganhou o primeiro lugar na categoria Tradução com a obra A anatomia da melancolia (Editora UFPR).

O livro Walter Zanini: Escrituras Críticas (Editora Annablume), organizado por Cristina Freire, professora e curadora do Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP, venceu em segundo lugar a categoria Artes e Fotografia.

Na categoria Comunicação, o professor Ciro Marcondes Filho, da Escola de Comunicações e Artes (ECA), está entre os vencedores, em terceiro lugar, com a obra O rosto e a máquina: o fenômeno da comunicação visto dos ângulos humano, medial e tecnológico (Paulus Editora).

A professora Maria Paula Dallari Bucci, da Faculdade de Direito (FD), conquistou o terceiro lugar na categoria Direito com o livro Fundamentos para uma teoria jurídica das políticas públicas (Editora Saraiva).

A Edusp foi premiada em cinco diferentes categorias. Além do já citado Abençoado & Danado do Samba, foram premiados os livros Preservação e Restauro Urbano, de Manoela R. Rufinoni, em coedição com a FAP-Unifesp, na categoria Arquitetura e Urbanismo; Monarquia, Liberalismo e Negócios no Brasil, org. Izabel Andrade Marson e Cecília Helena Salles de Oliveira (professora  do Museu Paulista da USP), na categoria Economia, Administração e Negócios; e Marcello Grassmann 1942-1955, de Mayra Laudanna e Leon Kossovitch, nas categoria Artes e Fotografia e também na categoria Projeto Gráfico (Eunice Liu e Carla Fernanda Fontana).

Os ganhadores das 27 categorias do Jabuti podem ser consultados na página do Prêmio. Os premiados receberão uma estatueta e o primeiro lugar na categoria receberá, além do troféu, o valor de R$ 3.500,00.

Na cerimônia de entrega serão divulgados os ganhadores do Livro do Ano de Ficção e de Não Ficção e a relação dos jurados de cada categoria. O evento será no dia 18 de novembro, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

Mais informações: site http://premiojabuti.com.br/resultados-premio-jabuti-2014

.