Digitalização de negativos gera exposição de fotos da Esalq no século passado

Publicado em Cultura, Institucional por em

Da Assessoria de Comunicação da Esalq

A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP recupera um acervo fotográfico de mais de 1100 negativos em vidro, de imagens que retratam o campus entre as décadas de 1920 e 1950. A digitalização é fruto de uma iniciativa do Serviço de Cultura e Extensão Universitária (SVCEx), da Seção de Atividades Culturais (SCAC) e do Museu Luiz de Queiroz, da Assessoria de Comunicação (Acom), e tem apoio da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP.

As projeções digitais dos registros e 40 fotos impressas estão disponíveis na exposição Fotografias dos Negativos em Vidro, no Museu e Centro de Ciências, Educação e Artes Luiz de Queiroz, que vai até o dia 02 de março. A visitação é aberta de segunda-feira à sexta-feira, das 08 horas às 11h30 e das 13h30 às 17 horas.

Durante o primeiro semestre de 2010, o fotógrafo José Luiz Tonin foi o responsável pelo processamento dos negativos. Edno Dario, especialista em museografia e exposição da Esalq conta que a mostra é importante pois certifica que o acervo está bem cuidado e que agora, depois da digitalização, os negativos estão sendo higienizados para que continuem em bom estado. Além disso, a partir da colaboração da Associação dos Docentes Aposentados da Esalq (ADAE), os professores Anivaldo Pedro Cobra, Duvílio Aldo Ometto e Justo Moretti Filho legendaram algumas das fotos reveladas. “Ainda sim, muitas pessoas e lugares retratados ainda não foram identificados e, por isso, caso algum visitante identifique algo, solicito que nos avisem para que possamos saber do que se trata e registrar a informação”, acrescenta Dario.

A mostra, que foi aberta em 13 de fevereiro, fica disponível para visitação de segunda à sexta-feira, até o dia 3 de março, das 08h às 11h30 e das 13h30 às 17h. A Esalq fica na Av. Pádua Dias, 11 Cp 9, Piracicaba, São Paulo.

Mais informações pelo telefone (19) 3429-4305

.