Professor da Esalq ganha prêmio por contribuições na área de fitopatologia

Publicado em Institucional por em

Sérgio Florentino Pascholati, professor do Departamento de Fitopatologia e Nematologia (LFN) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, recebeu o Prêmio Paulista de Fitopatologia, versão 2011, concedido pela Associação Paulista de Fitopatologia (APF) desde 1980 àqueles que tenham contribuído de forma relevante para o desenvolvimento da área.

O prêmio foi entregue no último Congresso Paulista de Fitopatologia, realizado entre os dias 14 e 16, na Embrapa Meio Ambiente.

Pascholati é doutor em Fitopatologia pela Universidade de Purdue, em West Lafayette, IN, nos Estados Unidos e ingressou, em 1989, no então Departamento de Fitopatologia (hoje Departamento de Fitopatologia e Nematologia) da Esalq, como Professor Doutor. Tornou-se Professor Associado em 1998 e Professor Titular em 2011. Vem conduzindo pesquisas na área da Fisiologia e Bioquímica Fitopatológica, bem como na área de Controle Alternativo – Indução de Resistência. Em 2005 publicou, em conjunto com outros fitopatologistas o livro “Indução de Resistência em Plantas a Patógenos e Insetos”, primeiro do gênero em português. Em 2011, na qualidade de idealizador e um dos coordenadores, lançou a Rede Brasileira de Indução de Resistência em Plantas Contra Fitopatógenos (REBIRFito), além de ter várias publicações científicas em periódicos nacionais e internacionais, versando sobre sua área de especialização.

Mais informações:  email acom@esalq.usp.br

.