Estudo da FMRP busca crianças sem alteração na dentição

Publicado em Pesquisa por em

Da Agência USP de Notícias

A Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP precisa de crianças voluntárias para participar da pesquisa Protocolo de terapia miofuncional orofacial para crianças com mordida aberta anterior, que vai estudar a aparência de face, lábios, língua, e bochechas; o modo de mastigar, engolir e falar das crianças com mordida aberta anterior e compará-los a um grupo saudável, sem alteração.

Podem participar meninos e meninas com idade entre 6 e 11 anos que não tenham alteração na dentição. Os interessados devem preencher corretamente todas as informações solicitadas pelo formulário de triagem online, disponível no link.

Os procedimentos envolvem a avaliação clínica dos músculos da mastigação, da face e da boca; teste de pressão da língua e dos lábios; análise da atividade dos músculos e análise dos movimentos da boca. Tudo será filmado para permitir as análises. Os participantes terão ajuda de custo para cobrir eventuais despesas com transporte e alimentação.

Mais informações: (16) 3315-0592, email napcf@fmrp.usp.br

.