Suporte telefônico ajuda no controle do diabetes, mostra pesquisa da EERP

Publicado em Saúde por em

Marcela Baggini / Serviço de Comunicação Social da Prefeitura do Campus USP de Ribeirão Preto

Pesquisa realizada na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP mostra que ligar para pessoas que possuem diabetes e passar orientações sobre a doença auxilia no controle do problema. O estudo contou com 63 participantes de Ribeirão Preto, que foram divididos em dois grupos.

“Nós ligamos para 36 pacientes e, para o restante, enviamos cartas com os resultados dos exames”, conta a enfermeira Tânia Alves Canata Becker, autora do estudo. Ela aponta que os resultados dos telefonemas foram mais significativos. “Foram 16 ligações em 4 meses. Nelas, explicamos o que é o diabetes mellitus, o tratamento medicamentoso, a importância da atividade física e do planejamento alimentar.”

A pesquisa foi resultado da tese de doutorado O uso do suporte telefônico no controle metabólico de pessoas com diabetes mellitus no Distrito Oeste de Saúde do município de Ribeirão Preto-SP orientada pela professora Carla Regina de Souza Teixeira e defendida em agosto de 2014.

O diabetes

Dados da Federação Internacional de Diabetes (IDF) revelam que a cada 10 segundos, uma pessoa morre devido a causas relacionas ao diabetes. Atualmente, existem 250 milhões de pessoas com a doença no mundo. Em uma estimativa feita pela IDF, o número chegará em 380 milhões em 2025.

Cerca de 80% dos casos de diabetes tipo 2 poderia ser evitado com atividades físicas e novos hábitos alimentares. Mesmo depois de adquirir a doença, a maioria dos diabéticos não pratica o autocuidado recomendado pelos profissionais da saúde. Essa é a conclusão de outro estudo realizado na EERP: Maioria dos diabéticos está acima do peso.

A escola também divulgou outros estudos sobre o diabetes, que apontaram que as mulheres aderem melhor ao tratamento medicamentoso e que as leis trabalhistas não atendem as necessidades profissionais dos diabéticos.

Mais informações: (16) 3315-3517 (16) 3315-3434

.