Morre o professor César Ades; velório acontece na biblioteca do IP

César Ades, professor titular do Instituto de Psicologia (IP) da USP, morreu aos 69 anos nesta quarta-feira (14), vítima de traumatismos ocasionados por um atropelamento na última quinta-feira (8), nas proximidades da Av. Paulista,em São Paulo. O corpo será velado das 9 horas às 13h30 desta quinta-feira (15), na biblioteca do IP (Av. Prof. Mello Moraes, 1.721, Cidade Universitária, São Paulo). O sepultamento será às 15 horas, no Cemitério Israelita do Embu, Estrada Keiichi Matsumoto, 21, Embu das Artes, telefone (11) 4781-5488. As aulas e atividades do IP estão suspensas nesta quinta.

Carreira

César Ades | Foto: IEA

Ex-diretor do IP, Ades era um dos maiores especialistas brasileiros em etologia e comportamento animal. Em fevereiro de 2011, deixou o cargo de diretor do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP. O professor também foi membro do Conselho Universitário da USP de1998 a 2004, do Conselho Deliberativo do Hospital Universitário (HU) da USP de 2000 a 2004, do Conselho Curador da Fuvest de 2004 a 2008.

Ades era membro do International Council of Ethologists, da International Society of Comparative Psychology e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Etologia (SBEt), da qual foi fundador. Editava, desde 1999, a Revista de Etologia e era membro do conselho editorial das revistas Behavior and Philosophy e Acta Ethologica.

Leia abaixo a nota publicada no site do IEA:

É com imenso pesar que o IEA registra a morte ontem, 14 de março, do prof. César Ades, aos 69 anos, em decorrência de traumatismos ocasionados por atropelamento na quinta-feira passada.

Ades era uma personalidade de grande importância no meio acadêmico brasileiro, por sua estatura científica na área de psicologia experimental,  alta competência e dinamismo como professor e também pelas suas atividades bem-sucedidas na gestão universitária. De fato, suas gestões à frente do Instituto de Psicologia, em dois mandatos,  e, posteriormente, do Instituto de Estudos Avançados da USP foram marcadas por uma grande dedicação, eficiência, comprometimento e visão de futuro.

O Instituto de Psicologia, o Instituto de Estudos Avançados e a Universidade de São Paulo perdem, assim, um brilhante ex-aluno, professor, cientista e gestor, cuja ausência será muito sentida nas salas de aula, nos laboratórios, nas reuniões da Universidade, nos congressos brasileiros e internacionais e, talvez mais importante, nas nossas vidas, já que o César (como todos o chamavam) sempre tinha um sorriso e palavras agradáveis para todos, dos mais humildes aos mais graduados, dos mais próximos amigos (que eram muitos) aos que não conhecia.

15 de março de 2012
Direção do IEA

Mais informações: site www.iea.usp.br/cesarades.html