Estudante de engenharia florestal da Esalq conquista mais um prêmio na Austrália

Publicado em Institucional por em

Alicia Nascimento Aguiar / Assessoria de Comunicação da Esalq

Em agosto de 2013, seguia do Brasil para Austrália o graduando em Engenharia Florestal da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, Luiz Fernando Pereira Bispo, então estudante do 5º semestre do curso. Para aquele país, Bispo partiu para estudar na Universidade de New South Wales (UNSW), com bolsa de estudos da Capes como selecionado do projeto Ciência sem Fronteiras (CsF). Sempre com espírito sonhador e com sede de desbravar o mundo, o acadêmico se empenhou nos estudos e acabou conquistando importantes prêmios nas áreas cultural, social, artística e ambiental.

Desde seu ingresso na UNSW, Bispo chega ao seu terceiro prêmio confiante em construir um Brasil melhor. Desta feita, pela organização Eco Generation & Samsung Engineering, que no dia 13 de janeiro anunciou os vencedores do 2014 Hiden Eco Heroes. “Acabei conquistando o prêmio devido aos projetos que apresentei na Conservation Volunter Austrália (CVA), que é uma organização não governamental que gerencia voluntários para participar de projetos relacionados com proteção ambiental e conservação de recursos naturais australianos”, declarou o graduando. O prêmio consiste em um certificado da organização Eco Generation & Samsung Engineering e um 2TB Samsung Portable Memory Station.

Bispo colaborou com três projetos pela CVA com foco na recuperação de áreas degradadas em diferentes regiões da cidade de Sydney. Foram eles:  Time out at Timbertops Reserve’ Project – Prospect, NSW; Cumberland State Forest’ Project – West Pennant Hills, NSW; e Endangered red crowned toadlet’ Project – Bradley’s Head, NSW. “Entre os oito finalistas selecionados pela Eco Generation & Samsung Engineering para receber o prêmio, constavam candidatos do Paquistão, Índia, Emirados Árabes Unidos, Tanzânia e Quênia. Também foram premiados comigo Anjum Hasan, dos Emirados Árabes Unidos, e Narendra Singh Rautela, da Índia”, comentou o acadêmico.

Prêmios anteriores

Entre março e junho de 2014, Bispo participou da 19ª Bienal de Sydney: You Imagine What You Desire, festival internacional de arte contemporânea em Sydney (Austrália), onde trabalhou no atendimento a clientes e monitoramento das obras de arte. Reconhecido pelo seu desempenho e pelo trabalho em equipe, o graduando foi um dos dez ganhadores do Prêmio “Voluntários da Exibição”, que consistiu em uma carta de recomendação para seguir carreira no setor cultural.

Em 23 de outubro de 2014, foi agraciado com o “Prêmio Voluntário do Ano 2014”. Concedido pela ARC UNSW Student Life, o prêmio é destinado ao voluntário destaque do ano. Na ocasião, Bispo foi homenageado com um recorde de mais de 350 horas de atividades voluntárias realizadas durante um ano. Neste período, o graduando trabalhou nas organizações United Nations Association Australia (UNAA), Sydney Children Hospital, Redkite, Heart Foundation, Conservation Volunteers of Australia, Biennale of Sydney, entre outras.

Também a convite da United Nations Association Australia (ONU Austrália), Bispo participou, no mês de outubro de 2014, de um debate de planos para 2015 que envolveu assuntos relacionados à pobreza, doenças, terrorismo, discriminação e mudanças climáticas.

.