Diretoria da EESC lança programa de qualidade de vida no trabalho

Publicado em Institucional por em

Keite Marques / Assessoria de Comunicação da EESC

Na tarde da última quinta-feira, 9 de abril, o diretor da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, Paulo Sergio Varoto, e os assessores administrativos Edmundo Escrivão Filho e Marcelo Areias Trindade apresentaram o novo programa Qualidade de Vida no Trabalho aos servidores técnicos, administrativos e docentes da Unidade, durante evento ocorrido no Anfiteatro Jorge Caron.

Por ser uma proposta aberta a parcerias com outras unidades da USP em São Carlos, o evento também contou com a presença do diretor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, Alexandre Nolasco, do professor José Fabian Schneider, do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP, e outros servidores do Campus.

A proposta do projeto é oferecer periodicamente ações e atividades de bem-estar e lazer que proporcionem mais qualidade de vida no trabalho. “Pelo número de pessoas presentes é possível perceber o interesse mútuo pelo tema. Desejo que seja também uma preocupação constante entre os servidores, assim como será para nós da Diretoria, como incentivo a fortalecer as relações no trabalho”, salientou Varoto.

O diretor destacou o total apoio à Comissão de Desenvolvimento Humano e Organizacional (DHO) para a implantação do programa. “Fui muito receptivo à proposta por ser uma das primeiras iniciativas desta gestão apresentadas durante a eleição. Parabenizo todos pela disposição e acredito que iremos atingir o nosso objetivo de contribuir com o aumento da satisfação no trabalho”, ressaltou.

A equipe responsável pelo planejamento e execução do conjunto de ações é formada pelos servidores Alberto Cury Nassur, Carlos Roberto Rodrigues, Josemara Aparecida Nardim Ventura, Patrícia Cristina Silva Leme, Silvana Donda Verzola e Wagner Paschoal de Andrade Antonio. A presidente da DHO, Gláucia Rimoli Cirielli Mokross, comentou o objetivo da Comissão de promover o desenvolvimento integral de servidores visando o interesse das mudanças planejadas pela atual administração, em especial a qualidade de vida no trabalho. Ela também disse que o grupo está estruturando uma agenda de eventos para realizar durante o ano e no decorrer desta gestão.

“Ao ser convidada para colaborar na implantação do projeto, senti um misto de euforia e medo, pois é um grande desafio esse tipo de ação em especial em um órgão público. A Comissão irá atuar de maneira efetiva e proativa na inserção da EESC no seleto grupo das melhores instituições públicas para se trabalhar no Brasil”, afirmou Glaucia.

Como primeira atividade, foi realizada a palestra Qualidade de vida, como eu consigo?, ministrada pelo fisioterapeuta Felipe de Guida, que possui dez anos de experiência na área de consultoria, gestão de programas de qualidade de vida, saúde e segurança no trabalho, tendo colaborado em diversas instituições do país.

Durante a apresentação, o palestrante buscou definir o que é qualidade de vida e indicar formas para atingi-la através de ações diárias. Segundo ele, o que nos proporciona satisfação e bem-estar varia a partir da percepção de cada um, porém o equilíbrio entre relacionamentos, educação, amor, organização e ambiente é a chave para a melhoria pessoal e profissional.

“Acredito que muitas pessoas buscam melhorias no trabalho, porém, mesmo a tarefa não sendo simples, são vários os caminhos possíveis para uma nova consciência e comportamento”, apontou o fisioterapeuta.

Hábitos que colaborem para manutenção da saúde também foram apresentados na palestra, como alimentar-se bem, manter um sono regular e fazer exercícios. Os esportes, porém, não são a única forma para se manter ativo, segundo Guida. Aproveitar espaços e deslocamentos no trabalho para exercitar-se, como utilizar escadas ou fazer alongamentos laborais, pode ser uma boa opção para aqueles que não têm muito tempo livre.

Ao final do evento o fisioterapeuta fez uma reflexão sobre a necessidade de cada servidor atentar-se primeiramente ao seu lado pessoal, buscando o bem-estar em ações simples e cotidianas que o ajudarão na qualidade de vida no trabalho. “É preciso dedicar mais tempo a nós, cuidar mais da saúde física e mental, organizar as informações, fazer planos e ter objetivos. Desta forma, a vida pessoal e profissional andarão no mesmo ritmo de satisfação e qualidade”, finalizou Guida.

Mais informações: (16) 3373-6600

.