Editora Humanitas divulga lançamentos em abril

Publicado em Cultura por em

A Editora Humanitas, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, acaba de lançar três obras inéditas.

HumanitasA primeira, O Brasil na Monarquia Hispânica (1580-1668), foi organizada por Ana Paula Megiani, José Manuel Pérez e Kalina Silva. O livro reúne trabalhos recentes de pesquisadores que se dedicam às problemáticas relacionadas à passagem para o domínio da Coroa espanhola em 1580, devido à crise dinástica da Coroa portuguesa, apresentados em seminários ocorridos nas cidades de Salamanca e São Paulo no ano de 2012, e discutem diferentes aspectos da situação do Brasil durante o período da União Dinástica das Coroas Ibéricas e seu processo de dissolução (1580-1668). Pretende-se, assim, divulgar estudos recentes sobre o período, apontar novas perspectivas e retomar algumas questões consagradas pela historiografia brasileira e luso-espanhola.J

Já o livro Ensino – Aprendizagem de Línguas e a Teoria Sócio – Histórico – Cultural e da Atividade, organizado por Marília Ferreira, Lilian de Melo Martinelli e José Augusto de Souza, visa divulgar, junto a linguistas aplicados, professores de línguas estrangeiras e alunos de pós-graduação em Letras, a potencialidade da teoria sócio-histórico-cultural e da atividade para a área de ensino-aprendizagem de línguas. Os artigos da coletânea trazem uma visão abrangente dos principais fundamentos da teoria sócio-histórico-cultural e da atividade, ligados a uma variedade de temas específicos, e, por conseguinte, suscitam inúmeras reflexões sobre o ensino e a aprendizagem em si, além de oferecerem um novo olhar sobre essa área da linguística aplicada.

O último lançamento, Nietzsche e o Ressentimento, de Antonio Edmilsom Paschoal, apresenta o modo como o conceito de “ressentimento” é apropriado por Friedrich Nietzsche e a abrangência que ele confere ao termo, utilizando-o tanto para a descrição de uma obstrução psicológica quanto para a caracterização de um fenômeno social presente em certas concepções de moral e de justiça pautadas, segundo ele, pela sede de vingança. A obra tematiza ainda possibilidades de superação do ressentimento e apresenta especulações que ultrapassam o círculo da filosofia e permitem pensar o uso do conceito para uma análise social e política, como faz, por exemplo, Peter Sloterdijk em seu livro Cólera e tempo (Zorn und Zeit), ou como se permite fazer o autor em suas reflexões sobre o Apartheid da África do Sul, superado sob a liderança de Nelson Mandela. Trata-se, assim, de um livro que se ocupa de aspectos internos da obra de um dos grandes filósofos da atualidade e, também, da possibilidades de uso de elementos dessa obra para pensar a atualidade.

Os lançamentos da Editora Humanitas podem ser adquiridos pelo email editorahumanitas@usp.br, na Livraria Humanitas e também em distribuidoras associadas.

Mais informações:  (11) 3091-2920, site www.editorahumanitas.com.br

Editora Humanitas divulga lançamentos em abril
Editoria: Cultura - Autor: - Data: 27 de abril de 2015

Palavras chave: , , ,

.