Estudo do Ceper mostra desaceleração no mercado de trabalho

Publicado em Sociedade por em

Da Agência USP de Notícias

A Região Administrativa de Ribeirão Preto (RARP) registrou a criação de 24 postos de trabalho em março de 2015. Apesar do saldo positivo, o número é muito inferior às mais de 2 mil contratações realizadas no mesmo período de 2014 e as 1.408 contratações de fevereiro deste ano.

Os dados foram publicados pelo Boletim Mercado de Trabalho, do Centro de Pesquisa em Economia Regional (Ceper), ligado aos professores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP. O estudo mostra ainda que, na avaliação por municípios, Ribeirão Preto registrou a criação de 386 vagas no período, número menor do que o registrado em março de 2014, quando foram criados 427 postos de trabalho.

Os segmentos que mais contribuíram para o saldo de contratações do setor de Serviços foram Atividades de Teleatendimento; Comércio Varejista de Mercadorias em Geral, com Predominância de Produtos Alimentícios;  Hipermercados e Supermercados; Serviços Móveis de Atendimento a Urgências e Atividades de Atendimento Hospitalar.

Sertãozinho registrou em março de 2015 um saldo de destruição de 1.146 vagas. Os segmentos que mais contribuíram para o resultado negativo foram: Comércio Varejista de Ferragens, Madeira e Materiais de Construção, Montagem de Instalações Industriais e de Estruturas Metálicas e Fabricação de Máquinas e Equipamentos para as Indústrias de Alimentos, Bebidas e Fumo.

Já Franca teve saldo positivo de 1.404 contratações em março de 2015. O resultado, porém, representa uma redução do montante de contratações em relação ao registrado em fevereiro, quando foram criadas 2.076 novas vagas. Entre os setores, o melhor desempenho é atribuído à Indústria, que registrou 1.253 contratações.

O município de Campinas  encerrou o mês de março com saldo positivo de 1.079 vagas, um aumento em comparação ao saldo exibido em março de 2014, quando foram registradas 471 contratações. Entre os setores, o de melhor desempenho foi o de Serviços, que registrou a criação de 1.160 novos postos de trabalho.

São José do Rio Preto registrou em março de 2015 saldo de 406 contratações, um aumento de vagas criadas em comparação ao mesmo mês de 2014, quando foram registradas 147 admissões. A cidade também reverteu o saldo de destruição líquida de vagas exibido em fevereiro de 2015, quando foram registradas 136 demissões. Entre os setores, o melhor desempenho também ficou com o setor de Serviços, seguido pela Construção Civil e Comércio.

Acesse o boletim na íntegra pelo site da Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace).

Estudo do Ceper mostra desaceleração no mercado de trabalho
Editoria: Sociedade - Autor: - Data: 29 de maio de 2015

Palavras chave: , , ,

.