Estudos sobre potencial terapêutico de fruto da Amazônia rendem prêmio a pesquisador

Publicado em Pesquisa por em

Vinicius-VenancioPesquisador da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP, Vinicius Venancio foi o primeiro colocado entre os pesquisadores de pós-graduação nas áreas de saúde, nutrição e fisiologia na Texas A&M University Student Research Week 2015. O doutorando conquistou também o prêmio Sigma XI com a melhor pesquisa relacionada à prevenção de doenças no Sigma Xi Symposium Theme Award.

Em sua pesquisa, Venancio avalia o potencial terapêutico de um fruto ainda inexplorado da Amazônia, o guajiru (Chrysobalanus icaco L). Farmacêutico graduado pela Universidade Federal de Alfenas, em Minas Gerais, Vinicius está no Texas, nos Estados Unidos, complementando seu doutorado em Toxicologia pela FCFRP. Com a bolsa do CNPq, concedida pelo programa Ciências sem Fronteiras, o pesquisador desenvolve estágio de doutoramento sanduíche na College of Agriculture and Life Sciences na Texas A&M University.

Os resultados obtidos durante o período revelaram que os pigmentos naturais presentes na casca do guajiru (antocianinas) exerceram efeitos citotóxico e anti-inflamatório em culturas de células de câncer de cólon. Esses resultados propocionam impactos significativos para o Brasil. “Primeiramente, conhecer as propriedades de saúde que os frutos brasileiros podem oferecer constitui um benefício à sociedade como um todo. Além disso, impactos sociais e econômicos podem ser previstos, uma vez que esse fruto ainda subutilizado possui valor agregado, havendo a possibilidade do desenvolvimento sustentável da produção do guajiru com estímulo para os produtores locais”, declara Vinícius.

Com informações da Coordenação de Comunicação do CNPq

Mais informações: (16) 3315.4294 / 4697

.