Poli participa de projeto de capacitação e assessoria para empresas de pequeno e médio porte

Publicado em Institucional por em

Desde 2011, a Escola Politécnica (Poli) da USP participa do Projeto Extensão Industrial Exportadora (PEIEX), financiado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), que oferece gratuitamente serviços de capacitação e assessoria para empresas de pequeno e médio porte para desenvolver o potencial de exportação e ampliação de mercados.

Para melhorar a divulgação e oferecer mais um canal de contato às empresas paulistas, foi disponibilizado um site do PEIEX – núcleo São Paulo. O canal traz informações sobre o que é o PEIEX, as áreas de atuação, exemplos de empresas que receberam a assessoria, informações de contato.

“O atendimento de empresas no estado de São Paulo engloba as regiões no entorno das cidades de São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Vale do Paraíba e São José do Rio Preto”, conta o professor Mario Sergio Salerno, do Departamento de Engenharia de Produção da Poli e coordenador do núcleo PEIEX em São Paulo.

A Poli é responsável pela seleção e treinamento dos profissionais que vão atuar como consultores nas empresas, com apoio da Fundação Vanzolini. De acordo com o professor, o PEIEX tem uma metodologia pré-definida baseada em visita dos técnicos aos empresários, diagnóstico e implantação das melhorias. São 20 técnicos que realizaram, desde o início do projeto no estado, mais mil atendimentos.“A vantagem do PEIEX é ser um projeto muito rápido: os consultores visitam a empresa, estudam os pontos fortes e possíveis focos de melhorias e acompanham a implantação dessas medidas”, explica Salerno.

O diagnóstico da situação das empresas é feito a partir da análise das áreas de gestão estratégica, vendas e marketing, capital humano, finanças e custos, comércio exterior, produto, e manufatura. Segundo o professor da Poli, o foco é melhorar a produtividade das empresas. “A metodologia aplicada pelo PEIEX é muito completa, desde verificação de estrutura física da empresa, identidade visual, situação financeira, controle de custos, formação de preços, projeto de produto etc. Analisamos em qual área uma mudança teria maior impacto para o desenvolvimento da empresa”.

No caso de empresas mais estruturadas, o foco é voltado para o desenvolvimento de uma estratégia exportadora. Elas também podem participar de outros programas da Apex para alcançarem o mercado externo. Os empresários interessados em participar do PEIEX, núcleo em São Paulo, encontram as informações de contato no site.

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Entre essas ações está o PEIEX, um projeto para ampliar a base exportadora do Brasil.

A proposta do PEIEX é estimular a competitividade e promover a cultura exportadora nas empresas, qualificando e ampliando os mercados para as indústrias iniciantes em comércio exterior. As ações do PEIEX desenvolvem-se em localidades onde haja concentração empresarial e vão desde a implantação de soluções gerenciais, que dependem apenas do próprio empresário e dos seus recursos disponíveis, até ações relativas à informação e ao acesso a mercados, que são processos externos.

Mais informações: site http://sistemas-producao.net/peiex/http://sistemas-producao.net/lgi/

.