EESC abre as portas à comunidade em mais uma edição do “Torneio de Pipas e Papagaio”

Publicado em Lazer e Entretenimento por em

O 4º Torneio de Pipas e Papagaios promovido pela Comissão EESC Com(n)Vida da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP na manhã do último domingo, dia 23, foi mais uma vez um sucesso em participação do público. Estiveram presentes crianças, jovens e adultos de todas as idades, reunidos em família ou grupo de amigos com apenas um objetivo: a diversão.

Foto: Keite Marques / EESC
Foto: Keite Marques / EESC

Esse torneio visa promover um ambiente de lazer, bem-estar e integração dentro da Universidade e é aberto a toda comunidade interna e externa do Campus. A edição deste ano reuniu cerca de 220 pessoas no campo de futebol do Centro de Educação Física, Esportes e Recreação (CEFER) da USP em São Carlos acompanhados de suas pipas e papagaios de vários tamanhos, formatos e cores, de tipos exóticos e tradicionais.

A distribuição geográfica dos participantes foi um ponto interessante nas inscrições, confirmando que a distância não foi impedimento para estarem presentes. Eles vieram de diversas regiões da cidade, como dos bairros Cidade Jardim e Jardim Paulistano (zona norte), mais próximos ao campus, e os Santa Angelina, Romeu Tortorelli, Santa Felícia (zona oeste) e Antenor Garcia (zona sul), mais distantes.

Durante aproximadamente três horas, os competidores tentaram colocar suas pipas no alto e permanecer o maior tempo possível em voo para ter destaque no céu, enquanto os avaliadores acompanhavam marcando os pontos. No entanto, aqueles que tiveram alguma dificuldade em alçar voo não ficaram aborrecidos, pois ver o céu colorido de pipas já foi gratificante. Foi o caso de Alexandro Paioto, de 41 anos, que estava participando pela segunda vez junto com seus dois filhos, Diogo, de 12 anos, e Rafaela, de 7 anos. Ele apresentou a pipa centopeia medindo 30 metros que deu muito trabalho para ser concluída, mas depois de pronta chamou a atenção de todos os competidores.

“Pesquisei na internet e aprendi como faz a pipa centopeia. Demorei cerca de três semanas para finalizar e utilizei sacolas plásticas e varetas de bambu coladas uma a uma. Infelizmente o vento não está tão forte para levantar voo e não consegui deixá-la no ar. A próxima etapa é aumentá-la para atingir um tamanho entre 100 a 150 metros para participar da próxima edição”, falou otimista o pai.

A premiação aos vencedores foi feita por meio da entrega de troféu aos três primeiros colocados das categorias: criatividade e originalidade, maior tamanho no ar, menor tamanho no ar, mais tempo no ar, maior altura, participante mais idoso, participante mais jovem, aluno USP – pipa mais criativa e servidor USP – pipa mais bonita.

Desde que teve inicio, o Torneio atrai centenas participantes que aprovam a iniciativa e mostram a cada edição mais empenho e criatividade para competirem. Enquanto alguns competidores compareciam ao encontro pela quarta vez, outros fizeram sua estreia, como a pequena Giovana, de 10 meses, que veio ao evento em companhia da mãe, Camila Belasama, e do irmão Mateus, de 3 anos. Ela foi a vencedora da categoria participante mais jovem. Para a mãe, o torneio oferece uma oportunidade para as crianças conhecerem mais as brincadeiras antigas e para os adultos resgatarem bons momentos da infância.

“Hoje muitas crianças não têm o contato com as brincadeiras mais tradicionais e culturais que nós adultos tivemos. Na era dos vídeos games, celulares e computadores elas vivem mais dentro de casa. A iniciativa do torneio é realmente interessante, por isso é a terceira vez que participo com meus filhos, o Mateus vem desde o seu primeiro ano de idade”, concluiu.

O Programa EESC Com(n)Vida foi constituído em 2012, como um grupo de trabalho de funcionários da EESC, com o objetivo de desenvolver atividades enquadradas nas propostas da Política do Programa de Enfrentamento do Uso de Álcool e Drogas na Universidade de São Paulo. Neste ano, o Programa passou por mudanças, foi transformado em uma Comissão e está em processo de criação de um estatuto para formalizar as atividades já desenvolvidas e também incrementar novas ações.

A Comissão é formada pelos servidores técnicos e administrativos Luis Antonio Rossi Pereira (presidente), Gislaine Kimura Santos Matheus e José Luis Dorici, além dos docentes do Departamento de Engenharia de Produção, Marcel Andreotti Musetti e do Departamento de Engenharia Elétrica e de Computação, Carlos Goldenberg.

Foram colaboradores do Torneio os servidores da EESC Mario Marcio Espadacini e Jardel Firmino de Lacerda, assim como os alunos de graduação e pós-graduação da EESC Pedro Menezes Leal, Janaina Alves dos Santos, Felipe Oliveira Campos Bernardo, Maraísa Alves dos Santos, Fabiana Guimarães Souza Cruz, Yuri Matsumoto Silva, Giovana Rodrigues, Laura Perucci, Albey Eduardo Alpízar Zúñiga e Bruno Roberto Nepomuceno Matheus.

Confira a lista dos vencedores em cada categoria:

Criatividade
Tamires Marques
Silvana Marina Kirizawa
Lia Oncebay Galvez

Maior Tamanho
Salete Marisa Abreu Oliveira
João Mario Cezario
Antony Ribeiro de Oliveira

Menor Tamanho
Eric de Oliveira Lacerda
Ana Julia Martins Okumura
Igor Luiz Perea

Mais Tempo no Ar
Vinicius Ferro
Nicolas Ferro
Anibal Gustavo Martins Okumura

Mais idoso
Jeremias Válério da Silva
Silvana Marina Kirizawa
Salete Marisa Abreu Oliveira

Mais jovem
Giovana Belasalma Pigatini
Manoel Oliveira Rodrigues
Alice Pilegi Neves

Maior altura
Marcelo Henrique Prataviera
Vinicíus Ferro
Ricardo Enzo Vigário

Aluno USP
Bryan Uribe
Bruna Weise
(*)

Servidor USP
José Marcelo Timarco
Jeremias Valério da Silva
(*)

* Não houve premiação, pois utilizaram pipas doadas pela Comissão.

Keite Marques / Assessoria de Comunicação da EESC

EESC abre as portas à comunidade em mais uma edição do “Torneio de Pipas e Papagaio”
Editoria: Lazer e Entretenimento - Autor: - Data: 28 de agosto de 2015

Palavras chave: , , ,

.