Professores da USP podem enviar projetos e concorrer a ano sabático no IEA

Publicado em Pesquisa por em

Numa iniciativa inédita para a USP e para o meio universitário brasileiro, o reitor Marco Antonio Zago baixou resolução no dia 19 de junho que institui o Programa Ano Sabático no IEA, uma antiga aspiração do Instituto.

A partir de 2016, o Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP contará todos os anos com seis professores da Universidade em período sabático para desenvolvimento de projeto de pesquisa individual. O programa conta com o apoio da Pró-Reitoria de Pesquisa, que destinará até R$ 12 mil para cada projeto aprovado.

Para disputar uma das seis vagas, os candidatos precisarão ter sete anos de efetivo exercício de suas funções em Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa (RDIDP) e apresentar curriculum vitae e projeto da pesquisa a ser desenvolvida, no qual deverão constar os objetivos, a justificativa e o plano de trabalho para o período sabático desejado (seis ou doze meses). O período de submissão para as pesquisas a serem realizadas em 2016 vai até 6 de novembro de 2015.

Os candidatos deverão apresentar projetos relacionados com e/ou referenciados pelas quatro metacuradorias (O Comum, Transformação, Glocal e Abstração) estabelecidas em 2012 pelo Plano de Gestão do IEA. Todas as instruções sobre a submissão estão disponíveis neste link.

Caberá ao Conselho Deliberativo (CD) do IEA selecionar os contemplados pelo programa, após consulta à Comissão de Pesquisa do Instituto.

Quando de sua inscrição, os candidatos deverão apresentar comprovante de que sua participação no programa foi aprovada pelo conselho de departamento – ou colegiado equivalente – e pela congregação ou colegiado máximo de sua unidade ou órgão de origem.

Os professores selecionados para o programa atuarão apenas no IEA, ficando dispensados de suas atividades, inclusive as didáticas, na unidade ou órgão que integram. Cada professor no exercício de período sabático terá como atribuições: realizar ao menos uma conferência pública por semestre de participação no programa e produzir um paper inédito e original ou outro produto (livro ou obra de arte, por exemplo). No caso da produção de um paper, este será publicado na revista “Estudos Avançados” e/ou no site do IEA.

Mauro Bellesa / Divisão de Comunicação do IEA

Mais informações: site http://www.iea.usp.br/

.