Simpósio Aprender com Cultura e Extensão tem inscrições de projetos até esta segunda-feira (14)

Publicado em Comunidade USP por em

Até o dia 14, segunda-feira, docentes da USP e de outras universidades podem inscrever projetos para serem apresentados no 5º Simpósio Aprender com Cultura e Extensão, organizado pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP. O simpósio acontecerá entre os dias 17 e 18 de novembro no campus da USP de São Carlos e contará com a apresentação das atividades de cultura e extensão desenvolvidas pelo Programa Aprender com Cultura e Extensão, da PRCEU. O evento é gratuito e aberto ao público.

A novidade para este simpósio é que serão aceitos trabalhos de edições passadas, de outros programas de extensão universitária da USP e de instituições de ensino superior externas à USP. A inscrição para todas as categorias e pelo público em geral pode ser feita pelo endereço eletrônico .

Página Eletrônica do Programa Aprender com Cultura: inscrições para o simpósio devem ser feitas via internet.  Foto: Divulgação / PRCEU
Página Eletrônica do Programa Aprender com Cultura: inscrições para o simpósio devem ser feitas via internet.
Foto: Divulgação / PRCEU

Criado pela PRCEU em 2008, o Programa Aprender com Cultura e Extensão tem como finalidade fomentar as ações de cultura e extensão por meio da interação das atividades de pesquisa dos estudantes de graduação. Para a pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, professora Maria Arminda do Nascimento Arruda, ele se sustenta em três grandes eixos: “Esta é uma iniciativa que alia a busca de qualidade nas atividades dos alunos, tem uma interface definida com a sociedade e permite a permanência de estudantes que precisam de apoio para cursar a USP”.

O cronograma dura um ano, de agosto a agosto, e o simpósio é o fechamento e a celebração de mais um ciclo. Nesta quinta edição, deverão ser apresentadas as ações desenvolvidas e os resultados alcançados do edital de 2014/2015.

Etapas

O Aprender com Cultura funciona pelas seguintes etapas. Logo após a abertura do edital, o docente da USP inscreve o seu projeto. Pareceristas e outros professores analisam a ideia. A comissão de acompanhamento faz a classificação de cada um. Após alguns serem homologados, o aluno se inscreve no Programa de Apoio à Permanência e Formação Estudantil (Papfe), da Superintendência de Assistência Social (SAS) da USP, e realiza o seu registro no edital, podendo escolher até dois projetos.
Nesta edição de 2015, por exemplo, foram inscritos 1.002 projetos de docentes, sendo 684 homologados (na edição passada, foram inscritos 795). Já em relação aos alunos, foram 7.462 inscrições, sendo 4.111 aprovadas (na edição de 2014, 6.254 alunos se interessaram e 3.478 foram aceitos). Tanto o número de estudos quanto o de alunos inscritos são um recorde.

Desde a primeira edição, são concedidas bolsas aos estudantes no valor de R$ 400,00 durante 12 meses. Desde 2012, a USP tem concedido a cada edição 1.200 bolsas. Somente este ano, o número de solicitações foi recorde, chegando a 3.003 pedidos (no ano passado foram 2.301). “O programa é um modelo de programa de bolsas para a graduação”, resume a pró-reitora.

Apresentação de música do Programa Nascente: valorização de novos talentos Foto: Divulgação/PRCEU
Apresentação de música do Programa Nascente: valorização de novos talentos
Foto: Divulgação/PRCEU

Durante os dois dias, todos os trabalhos apresentados serão apreciados pelo público presente e avaliados por docentes da USP. Os três melhores classificados em cada uma das três grandes áreas do conhecimento – humanidades, exatas e biológicas/saúde – receberão como premiação um troféu e diploma. Além disso, há as menções honrosas. Todos os professores, com os alunos, também publicam o estudo em um caderno que é disponível em CD-ROM. Uma das novidades em relação à premiação é que os classificados em primeiro lugar das três áreas poderão publicar um artigo para a Revista de Cultura e Extensão, descrevendo com o professor as atividades desenvolvidas.

Além da exposição, também haverá palestras, apresentações culturais e atividades interativas. O professor José Nicolau Gregorin Filho, coordenador geral do programa, cita como exemplos de apresentações que ocorrem durante o simpósio o Show da Física e os grupos motivacionais que trabalham em hospitais. “Nós fazemos de tudo para mostrar para o público como esses projetos foram desenvolvidos e como a comunidade interna e externa à USP participou”, diz. No dia 17, haverá a apresentação da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp). Para conferir a programação dos dois dias, acesse o link .

O professor Gregorin destaca o fato de o evento aproximar o estudante de áreas de estudo diferentes da dele. Um estudante de museologia, por exemplo, pode conhecer melhor a área da saúde. “Um aluno de humanas que nunca gostou de física, ao ver uma apresentação dos alunos do Show da Física, vai dizer: ‘Nossa, isso é física? Que legal’. É esse entrosamento e conhecimento interdisciplinar que nós buscamos no simpósio”, explica.

O fato de o evento ser realizado no campus da USP de São Carlos também permeia a ideia da Pró-Reitoria de diversificar o local e a participação das unidades. O simpósio já ocorreu no campus de Ribeirão Preto e na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). “Já que é cultura e extensão, o nosso objetivo é não só prestigiar aquela unidade, mas também levar o aluno a conhecer outras unidades da USP”, conclui.

As inscrições para o 5º Simpósio Aprender com Cultura e Extensão vão até o dia 14 de setembro, pelo endereço eletrônico . O evento é promovido pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP e será realizado nos dias 17 e 18 de novembro, das 9h30 às 18h, no Centro de Eventos e Ginásio de Esportes do campus da USP de São Carlos (avenida Trabalhador São-Carlense, 400, Parque Arnold Schimidt, São Carlos, SP). Mais informações podem ser obtidas pelo site.

André Meirelles/Jornal da USP

Simpósio Aprender com Cultura e Extensão tem inscrições de projetos até esta segunda-feira (14)
Editoria: Comunidade USP - Autor: - Data: 14 de setembro de 2015

Palavras chave: , , , ,

.