Casa de Dona Yayá é aberta para visitação do público aos domingos

Publicado em Institucional por em

A Casa de Dona Yayá teve seu período de visitação pública, antes restrito aos horários de funcionamento do Centro de Preservação Cultural (CPC) da USP, ampliado para os domingos, das 10 às 15 horas.

Situado no bairro da Bela Vista, esse edifício constitui um documento material da transformação da cidade de São Paulo em uma metrópole. Considerado um dos últimos remanescentes do antigo cinturão de chácaras que circundava a região central da cidade, assumiu importância histórica ainda maior ao ser convertido em local de clausura de sua proprietária mais ilustre, Sebastiana de Mello Freire, Dona Yayá, que por ser considerada mentalmente incapaz ali viveu reclusa entre 1919 e 1961.

O imóvel foi transferido à USP em 1969, como herança vacante, e passou por um cuidadoso trabalho de recuperação e restauro. Com base nessa rica história material e imaterial, o imóvel foi tombado pelo Estado de São Paulo, em 1998, e pelo Município, em 2002. O CPC promove a valorização do imóvel por meio de sua abertura ao público, incentivando reflexões a respeito de sua arquitetura, da história do bairro e da personagem Dona Yayá.

A visitação é gratuita e pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas; e aos domingos, das 10 às 15 horas.

Mais informações: (11) 3106-3562

.