USP participa de Virada Sustentável com trilha ecológica no campus

Publicado em Meio ambiente, USP Online Destaque por em

Acontece neste sábado (2), das 9 às 15 horas, a Trilha USP – Cidade Universitária, passeio que marca a participação da USP na Virada Sustentável 2012. Esta é  a segunda edição da Virada, que no ano passado estreou juntando 500 mil pessoas. Sua missão é difundir e ampliar a informação sobre sustentabilidade na sociedade, utilizando arte e atividades lúdicas como meios de comunicação, inspirando as pessoas a enxergarem o valor coletivo da preservação do meio ambiente.

Passo a passo

A programação da trilha começa no Centro de Visitantes, onde o participante receberá um kit, seguirá para a Praça do Relógio, apresentando árvores típicas do bioma da Mata Atlântica, como jatobá, jequitibá, pau-brasil e o cedro rosa e então para o Canal de Drenagem, com mata ciliar. A quarta estação é no Centro de Descarte e Reúso de Resíduos de Informática (Cedir), onde haverá uma palestra sobre lixo eletrônico e postos para coleta do mesmo.

A próxima parada é no GP da Poli, tradicional e divertida corrida de carrinhos de rolimã construídos artesanalmente pelos estudantes. Depois, no Viveiro de Mudas, o trilheiro entrará em contato com a reserva florestal permanente do Instituto de Biociências e será apresentado o plano de manejo e a produção de mudas da Prefeitura do Campus. Haverá então, no Instituto de Geociências (IGc), degustação de água, oficina de permacultura e a barraca livre, uma feira de troca de objetos. Na Saúde Animal, os presentes irão discutir, enquanto visitam o abrigo de cães, o abandono e a posse responsável de animais.

O passeio é finalizado no ponto de partida, o Centro de Visitantes. Com tudo isso, o prefeito do Campus da Capital, Sidnei Martini, prevê que “O participante da Trilha irá descobrir a importância da conscientização para a preservação e seus benefícios”.

Campus de prova

A participação da USP, como conta o prefeito, , “é reflexo de diversas ações e projetos de responsabilidade socioambiental desenvolvidos na Cidade Universitária”, que tem em sua propriedade muita área verde com características de mata nativa. Para conviver em harmonia com esses espaços, o programa Campus Sustentável promove ações como manejo de mudas, plantio compensatório, estações de tratamento de esgoto, recuperação de canais de drenagem, coleta de lixo, descarte adequado de resíduos químicos e hospitalares, políticas de monitoramento animal e de saúde ambiental.

Além dele, há o Programa de Pesquisa e Experimentação para a Sustentabildade do Campus (ProPESC), que aplica o conhecimento produzido na Universidade numa gestão sustentável do campus Butantã. Dele nasceram o Pedalusp, sistema de compartilhamento de bicicletas que liga o Centro de Visitantes à Estação Butantã do Metrô; e o Concurso de Quiosques, projeto de implantação de quiosques de alimentação, ambos realizados com a participação de alunos. Estão envolvidas nos projetos a Prefeitura do Campus da Capital, a Escola de Comunicações e Artes, o Centro Acadêmico Mecânica e Mecatrônica da Escola Politécnica (Poli), o Instituto de Geociências (IGc) e o Centro de Descarte e Reúso de Resíduos de Informática (Cedir).

São iniciativas que seguem a filosofia de Campus de Prova, “que procura discutir o uso de tecnologias, serviços e ideias que gerem ao campus um funcionamento sustentável”, explica Martini. “A Prefeitura do Campus, com o apoio do Conselho Gestor do Campus, vem trabalhando este conceito desde 2008 nas duas edições do Fórum Permanente sobre o Espaço Público”, continua.

Percurso: 10 km

Duração total da trilha: 1h30 a 2 horas

Recomendação: Use roupas leves e calçados confortáveis

Inscrições: no site www.puspc.usp.br

Informações: (11) 3091-3116

 

.