Faculdade de Ciências Farmacêuticas mostra resultados da Jornada Científica

Publicado em Sociedade, USP Online Destaque por em

No último dia 2, a Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP apresentou os resultados alcançados em 2012 pela Jornada Científica dos Acadêmicos de Farmácia e Bioquímica (JCAFB), projeto de extensão formado por alunos que presta serviços de atenção farmacêutica e orientação para populações carentes.

O grupo esteve entre os dias 7 e 25 de janeiro na cidade de Canitar, a 360 km da capital paulista. No evento na FCF, foram discutidos os principais problemas encontrados e a recepção dos jornadeiros pela população.

Presente na cerimônia, o diretor da FCF, Jorge Mancini Filho, parabenizou os alunos pela dedicação ao projeto:

“A jornada é uma atividade excepcional. O aluno adquire um conhecimento que jamais poderá obter no curso e que contribuirá para sua formação pessoal e profissional.”

Mancini, que acompanha o projeto de perto, aproveitou o momento para contar de sua participação na segunda edição da jornada, que ocorreu no ano de 1967 em Peruíbe, litoral sul de São Paulo. “É uma grande satisfação estar aqui e saber que esse processo continua até hoje”, completou.

Resultados

Os dados apresentados se basearam nas várias vertentes do projeto: detecção de parasitoses; atenção à saúde do idoso; detecção de anemia; campanha de diabetes, hipertensão e dislipidemias (níveis inadequados de colesterol e triglicerídeos); análise da água; uso racional de medicamentos; capacitação de agentes comunitários de saúde e atividades de orientação.

Entre os resultados mais relevantes estão os exames para detecção de parasitoses, feitos com 179 crianças de 4, 6 e 7 anos, em que constatou-se uma incidência positiva de 44%. Com os idosos, foram feitos exames de urina, dos quais 52% apresentaram alterações relevantes. Ainda, foi observado que nos exames de hipertensão, 41% das 288 pessoas examinadas tinham a pressão alterada.

A análise da água, uma possível fonte de contaminação, também se revelou preocupante. 27,8% da água analisada continha coliformes totais, dos quais 80% apresentaram coliformes fecais – ou seja, havia tido contato com fezes.

Além disso, dos medicamentos recolhidos pela equipe nas casas da população, 47% foram considerados inadequados para o consumo, relevando um alto risco de intoxicação. Outros problemas encontrados foram casos de câncer, saúde mental, gravidez na adolescência e um alto índice de vício em drogas.

De acordo com Lívia Agostinho Teixeira, coordenadora geral do projeto, “os dados obtidos esse ano em Canitar são essenciais para o desenvolvimento das atividades nos próximos anos, pois sabemos quais são as maiores necessidades da comunidade e em que assuntos devemos focar para as orientações”. Além disso, ela aponta que os resultados possibilitam que as pessoas que estavam doentes e não sabiam procurem atendimento médico, além de contribuirem para que a prefeitura municipal planeje ações na área da saúde.

Utopia

“Uma utopia para semear/ um sonho humilde num farto lugar/ regado a histórias coradas de sol/ com uma pitada de um mundo ideal”.

A frase retirada da música “Muito além da ilha”, composta pelos alunos Caio Nazaro e João Victor Cabral Costa para a jornada e cantada ao final do evento, ilustra um pouco do significado do projeto para os jornadeiros: o sonho de, com pequenas ações, melhorar as condições de vida de uma população.

Emocionada, a professora Primavera Borelli, orientadora do projeto, discursou e sintetizou o significado da extensão universitária e a sua importância para a comunidade e para os próprios jornadeiros:

“Nós levando para a comunidade e a comunidade trazendo pra nós os seus saberes, a sua cultura, seus modos de ver a vida”.

Para ela, a extensão é o lugar da utopia, “onde podemos ousar ter uma utopia e ter a ousadia de ousar.” Mas ressalva: “A minha concepção de utopia não é “em lugar nenhum”. Eu prefiro traduzir como “em algum lugar”. Em algum lugar, em algum momento, cada um pode tentar criar a sua utopia e fazê-la crescer”, finalizou.

Mais informações: sites www.fcf.usp.br/JCAFB, http://jcafb.blogspot.com.br/ 

.