Semana de Engenharia Automotiva aproxima alunos e mercado de trabalho

Publicado em Tecnologia, USP Online Destaque por em

Começou na segunda (24) e vai até sexta-feira (28) a segunda Semana de Engenharia Automotiva na Escola Politécnica (Poli) da USP, organizada pelos alunos do Centro Acadêmico da Mecânica (CAM). Estão programadas nove palestras com professores da Poli e profissionais renomados do setor automobilístico, além de um curso sobre um software usado na área – o LabView – e uma pequena exposição de protótipos desenvolvidos na unidade, como o Baja, e outros trazidos pelos palestrantes.

Um dos principais objetivos do evento é aproximar o estudante de engenharia do mercado de trabalho e entender as novas tendências do segmento. Outro importante fator, um pouco mais voltado para os Politécnicos, é informar sobre a carreira de engenheiro automotivo – uma das opções de “especialização” que pode ser escolhida no último ano de formação, ainda na graduação. A Poli também oferece uma pós-graduação na área.

Para Leandro Nunes Leite, estudante do quarto ano de Engenharia Mecânica e um dos organizadores do evento, o evento permite uma troca muito rica entre Universidade e mercado de trabalho. “Os alunos podem conhecer o que o mercado espera dele como profissional, ver onde ele pode atuar, e as empresas podem sentir dos alunos o que eles esperam fazer como engenheiros”, analisa o organizador.

No entanto, a Semana não é voltada apenas para pessoas diretamente envolvidas com o setor. Para Leite, a abrangência do eventos permite que todos possam participar. Tivemos inscrições não só de alunos de outras faculdade de engenharia, como a FEI, Fatec e Mauá, mas como de outros cursos da USP, como o IME [Instituto de Matemática e Estatística], FEA [Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade] e até da ECA [Escola de Comununicações e Artes], o que deixa a gente bastante surpreso”, explica.

Economia

Na palestra de abertura, o primeiro tema discutido foi o papel de protagonista da Poli na Engenharia Automotiva. Segundo o palestrante Paulo C. Kaminski, a Poli é a mais tradicional universidade do setor e além de ser primeira a realizar um mestrado na área – é também a única no Brasil a possuir em sua grande a engenharia automotiva desde a graduação até o pós-doutorado.

O professor ressaltou a importância econômica que o setor tem para o Brasil: 13% do PIB industrial brasileiro vem do setor automobilístico, o que representa 6,1% do PIB total.

Kaminski lembrou ainda a importância do evento ser organizado pelos alunos. “A Escola só deu o apoio, a organização e o mérito são todos deles. Isso mostra que os alunos estão ligados e querem se inteirar do que acontece no mundo empresarial”, afirma.

Palestras

Dentre as palestras que compõem o evento, destaque para a de encerramento, a ser realizada na sexta-feira (28), às 11h10 que tratará sobre o desenvolvimento de um carro elétrico no Brasil. Apesar de ser um assunto mais técnico, ele engloba diversas áreas do conhecimento e é de grande interesse para muitos profissionais e estudantes. Carlos Motta será o palestrante.

Outros destaques são para a Segurança Veicular, ministrada por Marcus Vinícius Aguiar, engenheiro de produto da Fiat, e Novas Tecnologias em Combustíveis, a ser realizada por Marco Lassen, da Raizen.

As inscrições para as palestras são gratuitas e podem ser realizadas no local ou pelo site do CAM. Veja a programação completa do evento neste link.

.