Tese de aluna da pós-graduação da FSP ganha Prêmio Capes

Publicado em Ciências, Saúde por em

Da Assessoria de Imprensa da FSP

A tese de doutorado “Associação da atividade de Lp-PLA2 e de antioxidantes lipossolúveis com marcadores cardiometabólicos em adolescentes”, de autoria da nutricionista Isis Tande da Silva, no Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, sob orientação da professora Nágila Raquel Teixeira Damasceno, foi vencedora do Prêmio Capes de Tese 2012.

Essa premiação teve inicio em 2005, tendo como objetivo reconhecer as melhores teses de doutorado defendidas e aprovadas em cursos reconhecidos pelo MEC, em que é levada em consideração a originalidade, inovação e qualidade dessas produções. Trata-se de uma das mais importantes premiações científicas do país e é a primeira vez que uma pesquisa da FSP ganha em primeiro lugar. “Para nós é uma grande alegria tal avaliação, pois isso representa o reconhecimento de todo nosso trabalho. Além disso, possibilita maior visibilidade para nossa pesquisa na comunidade científica”, comenta Isis.

Trabalhando com a temática da obesidade e adolescentes, o objetivo central da pesquisa foi avaliar a possível associação entre a atividade de uma enzima específica (Lp-PLA2) e marcadores cardiometabólicos em adolescentes.

Isis afirma que “o principal impacto desta pesquisa para sociedade é a observação de que a obesidade já na adolescência relaciona-se com maior atividade da Lp-PLA2. Enzima fortemente relacionada ao risco cardiovascular. Além disso, a pesquisa retrata o estado cardiometabólico de adolescentes de São Paulo e demonstra importantes alterações relacionadas à obesidade. Tais como menor colesterol HDL, maior colesterol total, maior concentração de triglicerídeos, maior nível de insulina, maior concentração de LDL modificada e menor concentração plasmática de antioxidantes (alfa-tocoferol e beta-caroteno) em adolescentes obesos quando comparados a eutróficos.”

Ainda segundo a pesquisadora “a adolescência é um período de grande suscetibilidade e atualmente esses adolescentes estão inseridos em um ambiente de grande oferta de alimentos calóricos, ricos em gordura saturada, açúcar simples e baixo incentivo à prática de atividade física. Fato que favorece a obesidade e todas suas alterações metabólicas”.

Isis tem intensão de continuar pesquisando e contribuindo para a Saúde Coletiva do Brasil dando ênfase a estudos sobre nutrição, obesidade e risco cardiometabólico a fim de identificar medidas que possam controlar e alterar essa situação.

Menção Honrosa

A pesquisa de doutorado “Definições de Caso e Classificação da Gravidade do dengue e suas Implicações no Aprimoramento da Vigilância e de Intervenções em Saúde Pública”, de autoria do médico Fredi Alexander Diaz Quijano, defendida no Departamento de Epidemiologia da FSP, sob a orientação do professor Eliseu Alves Waldman, ganhou o Prêmio de Menção Honrosa do Prêmio Capes de Tese 2012.

Formular uma definição de caso suspeito e de caso provável de dengue e uma classificação da sua gravidade com a finalidade de aprimorar seus indicadores de validade, conferir maior consistência aos dados da vigilância e subsidiar condutas clínicas, foi o objetivo da Tese de Fredi

Trata-se de estudo observacional, analítico, com coleta prospectiva de dados, desenvolvido na área metropolitana de Bucaramanga (Colômbia), abrangendo pacientes recrutados entre 2003 e 2008, com síndrome febril aguda de origem desconhecida (SFA-OD), definida como febre de início recente (menos de uma semana) de origem não determinada clínicamente. Como resultado desta pesquisa, foi proposta uma definição clínica para identificar quem tem dengue e, uma classificação da gravidade para saber quais pacientes com dengue precisam atendimento hospitalar. Estas definições de caso e classificação de gravidade, propostas neste estudo, estão baseadas em uma análise de dados clínicos de pacientes de uma área endêmica. Por tanto, esperamos que ajudem a um melhor acompanhamento das tendências do dengue, assim como, à identificação de grupos e fatores de risco para subsidiar intervenções de saúde pública. Por outro lado, sua aplicação poderia melhorar o prognóstico das suas formas graves, ao contribuir à oportuna identificação das complicações.

O pesquisador Fredi Diaz Quijano pretende dar continuidade a seus estudos no campo da epidemiologia aplicada ao estudo das doenças infecciosas, com enfase e doenças emergentes, incluindo entre elas o dengue, objeto de sua Tese de doutorado.

A premiação aconteceu em Brasília dia 13 de dezembro na sede da Capes.

Mais informações: com a nutricionita Isis, email: isistande@usp.br ou com o médico Fredi pelo email: frediazq@msn.com

.