Levantamento do Cena identifica onde atua o pós-graduando formado na instituição

Publicado em Sociedade por em

Da Assessoria de Imprensa do Cena

Após concluírem o Programa de Pós-graduação do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena) da USP, nos últimos três anos, mais de 60 profissionais conquistaram vagas e estão trabalhando ou desenvolvendo pesquisa para grandes empresas do país. Esse número, que representa 44% dos pós-graduados na instituição, foi levantado pelos docentes e evidencia a qualidade dos cursos de mestrado e doutorado neste órgão, representando uma forte possibilidade de ingresso ao mercado de trabalho.

Dos 141 pós-graduados do Cena entre 2010, 2011 e 2012, 62 deles trabalham em empresas de renome como Bayer e DuPont ou são pesquisadores de grandes instituições, como o Centro de tecnologia Canavieira (CTC) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Exemplo disso é a bióloga Deborah Nishimura, que concluiu o doutorado no Cena em 2012, e hoje trabalha em um laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) na Bayer.

Deborah conta que está na empresa há um ano e sete meses. “Entrei na Bayer 10 meses antes de finalizar meu doutorado. Conciliei as atividades de bancada com o trabalho, desenvolvendo meu doutorado durante os fins de semana”, explica a bióloga, que trabalha com análises de DNA e proteínas.

Uma recente pesquisa realizada pela rede Universia revela que o desemprego diminui para um terço quando se conclui a pós-graduação. O diretor do Cena, Antonio Figueira, acredita que esta lógica ilustra bem o mercado brasileiro. “As empresas vêm buscando, cada vez mais, profissionais qualificados e, para isso, é preciso se diferenciar dos outros concorrentes. Portanto, acredito que a pós-graduação é a melhor ferramenta para melhorar o currículo”, afirma.

Especialização

Logo atrás do número de formados que se estabeleceram em empresas no setor de biotecnologia, como empregados ou pesquisadores, está o número de profissionais que optaram por continuar a especialização. 36% dos pós-graduados que passaram pelo Cena nos últimos três anos estão em busca de maior especialização dentro da área de atuação.

Luciana Della Coletta está inserida entre os 51 profissionais que continuam estudando. A engenheira ambiental concluiu seu mestrado no Cena em 2010 e, atualmente, está cursando doutorado no Laboratório de Ecologia Isotópica, também no Cena, sob orientação do professor Luiz Antonio Martinelli.

Estudando a decomposição de leguminosas na Mata Atlântica em duas diferentes altitudes, Luciana se diz fascinada pela Ciência, fato que impulsiona até um possível pós-doutorado. “A Ciência desperta muita curiosidade e fascínio. Penso em, talvez, continuar estudando ou procurar concurso para professor universitário”, revela.

Mais informações: site www.cena.usp.br

.