Grupo formado por alunos do IME e da Poli simplifica plataforma de criação de games

Publicado em Tecnologia por em

Igor Truz / Agência USP de Notícias

Alunos do Instituto de Matemática (IME) e da Escola Politécnica (Poli), ambos da USP, estão aperfeiçoando e simplificando para uso externo uma plataforma de criação de games. A UGDK é um software livre  que foi desenvolvido pelos próprios estudantes. “Nossa ideia é simplificar a linguagem da UGDK para que programadores que estão fora do grupo também possam fazer uso dela. Essa é a lógica por trás do software livre, desenvolver mecanismos que facilitem e potencializem o poder de criação de todos”, explica Wilson Mizutani. O estudante integra o USPGameDev — Grupo de Desenvolvimento de Jogos da USP, que há quase quatro anos reúne os alunos para aplicar os conceitos aprendidos em sala de aula na produção de games.

Como é um software livre, a ferramenta UGDK pode ser usada por qualquer pessoa, sem custo algum. Contudo, ainda possui uma linguagem complexa e de difícil compreensão para usuários externos. Por conta disto, o grupo trabalha continuadamente na melhora do programa.

Segundo Mizutani, a utilização de softwares livres não ocorre como uma medida de redução de custos e faz parte, sim, de uma postura ética da equipe. Para o programador as grandes empresas de softwares que impedem pessoas de trabalharem em cima dos códigos de seus programas representam um impasse para a liberdade de criação.

“Os programas de computador são baseados em códigos que, à primeira vista, podem parecer muito complexos”, diz o estudante. Mas, segundo ele, são de fácil compreensão. “É um absurdo as empresas impedirem pessoas de reproduzir o que elas aprenderam ao ler esses códigos”, opina. “É como você proibir alguém de escrever um texto por ter ensinado a ele o alfabeto”.

Apesar de visar o livre acesso, uso e estudo dos programas, os softwares livres não são um apoio ao plágio. Ou seja, não se justifica redistribuir a obra de outras pessoas como sendo algo de sua autoria. É necessário dar os devidos créditos e respeitar a criação do autor do programa, uma vez que a criação dele também respeita a liberdade dos outros usuários.

USPGameDev

O grupo iniciou suas atividades em 2009, quando o orientador pedagógico da Poli, Giuliano Sacas Olguin, reuniu representantes discentes do IME e da própria Poli para propor um trabalho em conjunto com alunos das duas unidades. Da reunião nasceu a ideia do desenvolvimento de jogos virtuais e, logo nos primeiros encontros, foi idealizado o projeto do game “Horus Eye”, um jogo de aventura, em 2 dimensões, que mescla magia, múmias e mitologia egípcia.

Todos os jogos criados pelo USPGameDev são produções originais, construídos coletivamente sempre a partir do uso da ferramenta UGDK com o apoio de outros softwares livres. Até hoje, quatro games foram elaborados: “Horus Eye”, “Asteroids Wars”, “Vikings” e PsyChObALL”. Outros dois projetos, “Flame Crest” e “Roguelike”, ainda não foram concluídos, mas já se encontram em fase final de produção. Os jogos estão disponíveis para download neste link.

Contribuições

Frequentemente o grupo oferece cursos, oficinas e workshops gratuitos não apenas para pessoas interessadas no desenvolvimento de jogos ou programas de computadores, mas também para aqueles que pretendem compreender melhor outros softwares livres como o editor de fotos GIMP, ou a plataforma de publicações online, WordPress.

Na sexta feira, dia 26 de abril, a partir das 14 horas, o USPGameDev terá uma participação no encerramento da II Semana do Software Livre da USP, com uma palestra, seguida de um workshop, sobre o uso de softwares livres no desenvolvimento de jogos.

Mais informações: email contato@uspgamedev.org

Grupo formado por alunos do IME e da Poli simplifica plataforma de criação de games
Editoria: Tecnologia - Autor: - Data: 26 de abril de 2013

Palavras chave: , , , , ,

.