Grupo de Implante Coclear do HC comemora milésima cirurgia

Publicado em Saúde por em

Matheus Fragata / Fragata Comunicação 

O Grupo de Implante Coclear do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) organiza uma cerimônia que comemora a milésima cirurgia de implante coclear do grupo. A cerimônia acontecerá no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, na próxima quarta-feira, dia 15 de maio, contará com a presença de várias autoridades federais, estaduais e municipais.

“Essa cerimônia solene é um marco para a otorrinolaringologia brasileira que comprova a eficiência da cirurgia de implante coclear para propiciar audição a surdos severos e profundos. E, para confirmar o excelente do trabalho de nossa equipe, autoridades confirmaram a presença”, diz o professor Ricardo Ferreira Bento, diretor e fundador do Grupo de Implante Coclear do HC.

Entre as autoridades confirmadas estão o Ministro da Saúde, Dr. Alexandre Padilha, o Secretário Estadual da Saúde, Dr. Giovani Guido Cerri, a Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Dra. Linamara Battistella e a Secretária Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Mariane Pinotti.

História do Grupo de Implante Coclear 

O grupo começou em 1989 com o intuito de introduzir essa terapia na FMUSP e foi o pioneiro em desenvolver um aparelho com tecnologia totalmente nacional e, no decorrer dos anos, também foi o responsável para que esse procedimento se tornasse cirurgia e tratamento, pagos pelo SUS.

“Fomos os responsáveis pela melhoria de técnicas cirúrgicas do implante de tronco cerebral, o primeiro grupo a realizar cirurgia de implante coclear com aparelho híbrido e temos trabalhos e artigos publicados em revistas médicas em todo o mundo. É um trabalho contínuo, com uma equipe composta por mais de 30 profissionais de saúde, que pesquisam, trabalham e se reúnem semanalmente para discutir novos casos e avaliar os pacientes do grupo”, diz ele.

A comemoração da cirurgia de implante coclear número 1000 marca o reconhecimento de um grupo cujo trabalho é reconhecido por cirurgiões do mundo todo. “Convidamos nossos implantados a comemorarem conosco e demonstrarem a evolução desse tratamento, já que ouvem, discriminam os sons e é por eles que esse trabalho só aumenta”, continua o professor.

A cirurgia de implante coclear é considerada pela ANS, a segunda cirurgia que proporciona melhor qualidade de vida a seus usuários, pois propicia audição a quem nasceu com surdez profunda bilateral, devolve a capacidade de ouvir a quem a perdeu por trauma ou alguma doença no decorrer da vida.

“A comemoração acontecerá durante o Hearing – II Congresso Internacional de Surdez, implante coclear, Próteses Auditivas e Cirurgicamente Implantáveis –, um evento idealizado e realizado pioneiramente pela nossa equipe para troca de experiências com profissionais do Brasil e do mundo, em palestras, oficinas e cirurgias ao vivo para profissionais da área da Saúde”, finaliza o professor.

Mais informações: email doroteia@fragatacomunicacao.com.br

.